O Jogo ao Vivo

Desemprego

Zona euro tem a taxa mais alta de desemprego desde 1997

Zona euro tem a taxa mais alta de desemprego desde 1997

O presidente da Comissão Europeia, Durão Barroso, disse, esta quinta-feira, que a zona euro atingiu em janeiro último a mais alta taxa de desemprego desde outubro de 1997, considerando que o combate a este problema é "urgente".

Segundo gabinete de estatísticas da União Europeia (UE), Eurostat, tanto na zona euro como na UE, a taxa de desemprego subiu 0,1 pontos percentuais entre dezembro de 2011 e janeiro de 2012: de 10,6% para 10,7% no espaço da moeda única e de 10,0% para 10,1% no conjunto dos 27, quando em janeiro de 2011, um ano antes, os valores se fixavam, respetivamente, nos 10% e nos 9,5%.

A subida da taxa de desemprego que, na zona euro - disse Durão Barroso - "chegou ao valor mais alto desde outubro de 1997", mostra que "o problema é urgente" e o seu combate "uma prioridade".

Sublinhando que a UE ainda não saiu da crise, o líder do executivo comunitário considerou que podem estar reunidas as condições para haver "uma alteração das perspectivas".

Se for adotado um novo programa de ajuda à Grécia e se houver a aprovação do Mecanismo Europeu de Estabilidade, poderá baixar a pressão dos mercados sobre os outros países mais expostos, explicou.

Nessa circunstância, "teremos condições para concentrar o debate no crescimento", bem como na adoção de "medidas concretas para combater o desemprego", acrescentou Durão Barroso, falando numa conferência de imprensa no final da cimeira tripartida, com os parceiros sociais, em Bruxelas.

A reunião com os representantes europeus dos parceiros sociais antecede o Conselho Europeu da primavera, que se inicia, em Bruxelas, esta tarde, e durante a qual os líderes dos 27 vão concluir a primeira fase do chamado "Semestre Europeu" e assinar o "Paco orçamental".

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG