Imagens

Últimas

Auditoria

Tribunal de Contas quer Kamov avariados geridos pela Força Aérea

O Dispositivo de Combate a Incêndios Rurais (Decir) para este ano prevê 12 058 homens no período crítico de 1 de junho a 30 de setembro - "o maior número de sempre". Mas ainda não contará com os seis helicópteros bombardeiros pesados Kamov, que o Tribunal de Contas (TC) quer ver transferidos para a Força Aérea Portuguesa (FAP), apesar de não estarem operacionais.