O Jogo ao Vivo

Conteúdo Patrocinado

Vila Praia de Âncora não é um cinzeiro

Vila Praia de Âncora não é um cinzeiro
Produzido por:
Brand Story

Uma ação de plogging, atividade que alia a prática do desporto à recolha de lixo, vai decorrer no dia 13 de agosto, entre Caminha e Vila Praia de Âncora. A iniciativa vai desenrolar-se por um percurso pré-definido, ao longo do qual serão apanhadas beatas de cigarro, e termina com uma aula de grupo MOVE. Promovida pela Tabaqueira, com o apoio da Câmara de Caminha, JN, TSF e DN, a ação começa às 10 horas e termina às 12.30 horas, com entrega de um certificado de participação e o sorteio de um brinde oferecido pela autarquia.

"Agir e sensibilizar. Duas ações que pretendem, aliando a prática de exercício físico à recolha de lixo, dar um pequeno contributo para um mundo mais sustentável. A ideia de que, juntos, trabalhando colaborativamente em gestos que fazem a diferença, e que podem contribuir para mudar mentalidades, é o que está por trás desta iniciativa", indica aquele responsável, adiantando que aquela "não é a primeira, nem será, seguramente, a última ação. "No contexto da iniciativa "Bravos Heróis" queremos continuar a mobilizar para a cidadania ativa, para atitudes que de forma descontraída, mas séria, nos lembrem da centralidade da sustentabilidade e da relevância preservação de espaços que são comuns, importantes para todos e de que todos beneficiamos", enfatizou.

Em causa está a campanha "A praia não é um cinzeiro", que percorre toda a costa portuguesa, incluindo as ilhas, e que, de acordo com Marcelo Nico, diretor geral da Tabaqueira, possui "um caráter pedagógico importante". "São 32 praias onde estaremos presentes, entre 26 de julho e 25 de agosto, com o objetivo claro de sensibilizar as pessoas que vão à praia e usufruir do areal para a necessidade de descartarem corretamente os resíduos provenientes dos produtos do tabaco", explicou, apelando a que "as beatas sejam descartadas corretamente".

"A praia, como o país e os espaços públicos, não é um cinzeiro. Temos que contribuir para que as beatas não cheguem aos nossos oceanos, rios e praias. Esses resíduos têm um lugar: o lixo", declarou, evidenciando a mensagem que a campanha pretende levar às praias portuguesas. E durante a qual é oferecido um pequeno cinzeiro portátil às pessoas que fumam e consomem outros produtos de tabaco, para que "à saída da praia descartem corretamente as beatas no lixo". "Sensibilizar, de forma próxima, para a mudança de comportamentos para que todos possamos ter um futuro melhor", concluiu.

Para o presidente da Câmara Municipal de Caminha, Miguel Alves, esta iniciativa reveste-se de uma "grande importância", dado que zonas balneares como Vila Praia de Âncora são frequentadas por muitas famílias. "Temos nas nossas praias um dos nossos maiores tesouros. Todas as atlânticas com bandeira azul e as duas fluviais. Mas a de Vila Praia de Âncora é especial, porque mobiliza gente de todas as idades, pessoas da Galiza e do nosso território mais a Norte (até Melgaço). É uma praia muito utilizada, muito querida e também muito bonita", considerou, destacando que só muito recentemente, após "esforço" da autarquia para reunir "as condições necessárias", aquela zona balnear "pôde ser considerada ambientalmente sustentável".

"Esse é um trabalho continuo, em que entram parceiras como esta com o JN, o DN e a TSF, e as dinâmicas com a população, a quem apelo para que todos possamos fazer parte desta praia saudável e ser instrumentos para que, nos próximos anos, esta seja limpa e cada vez mais visitada", afirmou, concluindo: "Juntemo-nos para que a praia possa ser limpa das beatas dos cigarros e para que as pessoas possam ter noção de como fazem mal à praia quando atiram as suas beatas para areia".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG