Conteúdo Patrocinado

A vila perfeita para umas férias pela tradição e beleza natural

A vila perfeita para umas férias pela tradição e beleza natural
Produzido por:
Brand Story

De sorriso no rosto, petisco na mão e com vista para o Douro. É assim que vai conhecer um pedaço do nosso país de origem desconhecida, mas onde reina a história, beleza e ruralidade. Bem-vindo a Mogadouro.

A origem de uma das vilas mais belas do nordeste transmontano do nosso país ainda é desconhecida. Porém, é possível remontar à época medieval, onde a sua ocupação foi marcada pelo "velho castelo", numa situação altaneira, integrando a linha defensiva de fronteira daquela época.

O seu "nascimento" foi apenas descoberto com a centralidade do concelho, enquanto região do Novo Reino, a ser outorgada num foral de D. Afonso III, no ano de 1272, sendo mais tarde renovado pelo rei D. Manuel, em 1512.

Mogadouro. Assim foi chamada esta vila portuguesa, pertencente ao Distrito de Bragança, que possui um grande património histórico construído e espalhado por todas as aldeias e lugares, com grande destaque para os Castros e outros espaços arqueológicos, os Castelos de Mogadouro e Penas Róias, as igrejas de Algosinho e Santa Maria do Azinhoso, a igreja do Convento de S. Francisco e a igreja Matriz de Mogadouro.

Já no património imaterial, Mogadouro presta homenagem a práticas locais de artesanato, aos rituais pagãos do solstício de inverno, aos cantares, folclore e outros eventos festivos religiosos locais.

Por escarpas e arribas do rio Douro e entre as serras que bordejam o rio Sabor vai encontrar três encantos que tornam o concelho de Mogadouro ainda mais atrativo: o Parque Natural do Douro Internacional, a Rede Natura 2000, Lagos do Sabor e, bem no meio, o Planalto Mirandês. Assim, o que não falta é diversidade da paisagem, flora e fauna, onde vai conseguir fazer passeios através de roteiros turísticos repletos de beleza.

Os sabores genuínos da terra e as vistas de cortar a respiração

O que não falta em todos os pontos do nosso país é a boa gastronomia, e Mogadouro não é exceção. É nesta vila do distrito de Bragança que vai encontrar produtos genuínos da terra e uma confeção tradicional que lhe oferece uma variedade de sabores, destacando-se a posta, a marrã, enchidos de carnes de porco, bulho com cascas, sopas de Xis, cabrito e cordeiro assado, queijos (cabra e ovelha), azeite, mel, vinho, folares da Páscoa, bolos secos e cogumelos silvestres.

Dos sabores às vistas inesquecíveis, o que não falta em Mogadouro são locais a visitar e miradouros para apreciar, como o Miradouro da Capela Sta. Bárbara, em Bemposta, da Fraga do Sapato, em Bruçó, de Picões, em Peredo da Bemposta, do Castro do Castelo dos Mouros, em Vilarinho dos Galegos. Em todos os miradouros vai observar uma vista deslumbrante para o rio Douro, situando-se em plena área protegida do Parque Natural do Douro Internacional (PNDI).

Por outro lado, o Miradouro da Serra da Castanheira também é um local de destaque, sendo o ponto mais elevado do concelho de Mogadouro, onde, do seu cume, pode apreciar a vasta extensão de terra do Planalto Mirandês e além deste.

De trilhos traçados rumo ao Festival "Terra Transmontana"

Se é de uma boa caminhada e aventura que procura, então Mogadouro tem uma série de percursos pedestres e uma grande rota entre Miranda do Douro, Mogadouro, Freixo de Espada à Cinta e Torre de Moncorvo. Porém, existe sempre tempo para uma boa festa e se vai a Mogadouro não pode perder o festival "Terra Transmontana".

Este festival junta a ancestralidade e contemporaneidade transmontanas na sua expressão mais cultural, onde vai conseguir ter um maior contacto com a natureza, ritualidades, gastronomia, artes e ofícios e as demais expressividades poético-culturais que tanto caracterizam esta região. O festival "Terra Transmontana" vai proporcionar-lhe experiências e vivências do património cultural, viajando pela tradição transmontana.

Da música tradicional e folk, este festival tem uma forte componente lúdica, sendo palco de atuações de grupo de pauliteiros, caretos, gaiteiros e ranchos folclóricos que pode encontrar durante três dias no Castelo da vila de Mogadouro. E, claro, o que não pode faltar é a gastronomia regional, presente nas várias tasquinhas para lhe oferecer as melhores iguarias transmontanas e onde pode também encontrar vários pontos de venda de artesanato.

Mogadouro é um concelho onde a agricultura e a pecuária estão em primeiro lugar como fator económico, impondo-se que a sua promoção e rentabilidade seja feita na Feira dos Gorazes. Não só estão presentes os agentes económicos do concelho de Mogadouro, como de outros pontos do País, bem como de Espanha e França, parceiros importantes para o certame e economia local.

Motivos não faltam para visitar esta região do nosso país que tem mais do que imagina. Entre o rio Douro e o Sabor à volta dos petiscos, este é um concelho principalmente rural e de uma beleza agreste e doce, onde reina uma população afável e herdeira de um carácter nobre caracterizado pela história rica e antiga de Mogadouro.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG