Conteúdo Patrocinado

Viseu Dão Lafões: um vai e vem de natureza, diversão e bem-estar

Viseu Dão Lafões: um vai e vem de natureza, diversão e bem-estar
Produzido por:
Brand Story

Imagine este cenário: uns dias de verão passados entre a cidade e a natureza, com o bónus de, pelo caminho, poder descobrir ribeiras secretas e serras pelas quais nunca antes passou. Parece saído de um filme? Pois fique sabendo que se trata de um cenário bem português.

Aguiar da Beira, Carregal do Sal, Castro Daire, Mangualde, Nelas, Oliveira de Frades, Penalva do Castelo, Santa Comba Dão, São Pedro do Sul, Sátão, Tondela, Vila Nova de Paiva, Viseu e Vouzela são os municípios que compõem a o território de Viseu Dão Lafões. Aqui, comida, um bom vinho, trilhos, reservas naturais, património histórico e cultural, sítios para relaxar, são algumas das opções para preencher os seus dias.

A viagem pode mesmo começar pela zona de Viseu. Sabia que esta cidade tem mais de dois milénios de história? É verdade. Viseu é um marco muito importante para a história do nosso país, demarcando-se por estar ligada ao chefe dos Lusitanos, Viriato. Assim, e porque não há nada como um bom passeio para partir à descoberta da região, a Cava de Viriato é de paragem obrigatória. Já a Sé e o Museu Nacional Grão Vasco são outros dois monumentos merecedores de uma visita. No fundo, Viseu é dona de um vasto património histórico-cultural que torna esta cidade ainda mais especial. Mas porque do presente também se faz história, pode aproveitar este roteiro para conhecer o que de melhor há sobre a arte urbana nacional. Um passeio pela cidade é o suficiente para lhe dar a conhecer trabalhos de artistas como AKA Corleone, Lord Mantraste e Mariana, a miserável.

Depois de conhecer bem Viseu, seguimos viagem pela região de Viseu Dão Lafões. É amante de atividades ao ar livre e é assim que gosta de passar os seus dias? Traga consigo a sua bicicleta e aventure-se pela Ecopista do Dão, pelo Parque Botânico Arbutus do Demo, pela Reserva Botânica do Cambarinho.

No entanto, se procura um desafio de montanha, Viseu Dão Lafões tem algumas das mais carismáticas subidas de Portugal. A pensar nos amantes de ciclismo de montanha, a região dispõe de quatro Subidas Épicas: S. Pedro do Sul - Arada (S. Pedro do Sul); Castro Daire - Montemuro (Castro Daire); Campo de Besteiros - Caramulinho (Tondela); Vouzela - Adsamo (Vouzela), cada qual um desafio para ciclistas amadores ou profissionais completarem ao longo do ano.

O que não faltará por aqui são locais recheados de natureza e ar puro para recarregar os seus pulmões antes de voltar para a vida da cidade. Se a tudo isto quiser juntar uma boa dose de descanso, não pode deixar de visitar a zona de São Pedro do Sul, conhecida pelas suas termas históricas e em cujas águas já eram reconhecidos poderes curativos desde os tempos romanos.

Paisagens de cortar a respiração

Este é mesmo o sítio perfeito para parar, apreciar a natureza que o rodeia e simplesmente aproveitar uns belos dias de descanso. Tudo isto com as mais bonitas paisagens a fazer-lhe companhia durante o caminho. Se se quiser perder pelas de Aguiar da Beira, não deixe de visitar a Cascata Caldas da Cavaca e o Miradouro do Cabeço do Gato. Ou se parar por Carregal do Sal certamente não ficará indiferente ao Miradouro do Cristo Rei e ao Dólmen da Orca, um monumento megalítico que integra a Rota do Megalitismo da Região Viseu Dão Lafões. Já em Castro Daire, as paisagens do Rio Paiva, a Cascata da Tojosa e a Serra de Montemuro farão toda a diferença. A Nossa Senhora do Castelo é paragem obrigatória em Mangualde; Caldas Da Felgueira em Nelas; o Miradouro do Monte do Cadafaz, a Estrada Romana de Postasneiros e a Serra do Ladário em Oliveira de Frades; a Anta do Penedo do Com em Penalva do Castelo; o Miradouro do Outeirinho e o da Pedra Talhada em Santa Comba Dão; as Montanhas Mágicas (Serras da Arada, Gralheira, S. Macário) em São Pedro do Sul; a Praia Fluvial do Trabulo em Sátão; a Serra do Caramulo em Tondela; Parque Botânico Arbutus do Demo em Vila Nova de Paiva; a Mata do Fontelo em Viseu; a Lapa da Meruge e a Reserva Botânica do Cambarinho em Vouzela. Na verdade a lista poderia continuar, mas deixamos que a curiosidade o faça querer procurar por cada segredo desta região.

Os segredos não ficam por aqui

Para além de um ótimo destino de férias, Viseu Dão Lafões é também uma localidade assídua em publicações nas redes sociais. Não está a perceber onde queremos chegar? Nós ajudamos: sabe aqueles baloiços no meio da natureza onde, habitualmente, são tiradas as mais maravilhosas fotografias? Sempre quis descobrir onde ficavam, mas nunca conseguiu ter acesso à localização? Este artigo veio salvar-lhe o dia. Por esta região são vários os baloiços nos quais se pode sentar, apreciar a paisagem e aproveitar para atualizar o seu feed. Deixamos-lhe aqui a lista para que não se perca:

Aguiar da Beira: Baloiço Colherinhas, Baloiço da Cabeça, Baloiço do Pisco e Baloiço da Urgueira;

Carregal do Sal: Baloiço de Fiais da Telha e Baloiço Penedo dos Namorados;

Castro Daire: Baloiço do Pego, Baloiço da Foz do Cabril e Baloiço da Pedreira;

Mangualde: Baloiço do Castelo;

Nelas: Baloiço Só Rio Castelo (Senhorim)

Oliveira de Frades: Baloiço da Serra e Baloiço do Rio e Ribeiradio;

Penalva do Castelo: Baloiço do Rossio;

São Pedro do Sul: Baloiço de São Macário, Baloiço de Manhouce e Baloiço da Serra da Arada;

Sátão: Baloiço dos Penedros da Cabeça

Como vê, opções não faltam para usufruir do melhor que a natureza preparou para si. Prepare as malas, personalize o seu roteiro e venha conhecer a região que - para além de fazer parte da história de Portugal - promete fazer parte da sua história!

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG