O Jogo ao Vivo

Distinção

100 Maneiras: Ljubomir Stanisic recebe a primeira estrela Michelin

100 Maneiras: Ljubomir Stanisic recebe a primeira estrela Michelin

O lisboeta 100 Maneiras, liderado por Ljubomir Stanisic, acaba de se estrear no Guia Michelin Portugal e Espanha, com a distinção de uma estrela. A outra novidade é Eneko Atxa. Os restaurantes portugueses que já marcavam presença na lista mantêm as suas estrelas, à exceção do algarvio São Gabriel.

O Restaurante 100 Maneiras, que Ljubomir Stanisic abriu no Bairro Alto há uma década, acaba de entrar para o Guia Michelin Espanha e Portugal 2021, o prestigiado guia vermelho que premeia há 110 anos o melhor da alta cozinha ibérica. Além desta, só houve uma segunda nova entrada na constelação Michelin: o Eneko, do chef basco Eneko Atxa, em Alcântara, em Lisboa, também com uma estrela.

A conquista da primeira estrela Michelin para Ljubomir surge num dos anos mais complicados para o mundo da restauração. O chef jugoslavo, a residir em Portugal há largos anos, tem sido um dos rostos mais visíveis do movimento Sobreviver A Pão e Água, que junta profissionais do comércio, cultura, hotelaria e restauração na luta por um maior apoio do governo face à pandemia, e que protagonizou recentemente uma greve de fome de sete dias em frente da Assembleia da República.

A gala transmitida esta segunda-feira de forma virtual, a partir da Real Casa de Correos, em Madrid, e através do YouTube e da plataforma galaguia.michelin.pt. Com a cozinha que pratica na porta 39 da Rua do Teixeira, no centro de Lisboa, Stanisic alcança assim a primeira estrela para o 100 Maneiras, que os inspetores Michelin classificam como uma "cozinha de grande nível, compensa parar".

Além do agora restaurante estrelado, o chef tem ainda sob sua alçada o vizinho Bistrô 100 Maneiras e o Líquen, o restaurante que abriu há cerca de um ano e meio no Furnas Lake Resort, na Ilha de São Miguel, nos Açores, que sempre confessou ser uma das suas regiões portuguesas preferidas.

Na edição do ano passado, quatro novos restaurantes passaram a marcar presença no Guia, com a atribuição de uma estrela cada. Foram estes o Epur e o Fifty Seconds, em Lisboa, o Mesa de Lemos, em Viseu, e o Vistas, em Vila Nova de Cacela, que se juntaram aos restaurantes 16 restaurantes portugueses que mantiveram a sua estrela. Atualmente, Portugal tem sete restaurantes com duas estrelas Michelin e ainda não foi este ano que alcançou o nível máximo, de três estrelas. Apenas o São Gabriel, em Almancil, perdeu a sua estrela, por ter encerrado no final de 2019.

PUB

Uma estrela Michelin

100 Maneiras, Ljubomir Stanisic, Lisboa - NOVO
Eneko, Eneko Atxa, Lisboa - NOVO
A Cozinha, António Loureiro, Guimarães
Antiqvvm, Vítor Matos, Porto
Bon Bon, Louis Anjos, Carvoeiro
Epur, Vincent Farges, Lisboa
Fifty Seconds, Martin Berasategui, Lisboa
Eleven, Joachim Koerper, Lisboa
Feitoria, João Rodrigues, Lisboa
Fortaleza do Guincho, Cascais
G Pousada, Óscar Geadas, Bragança
Gusto by Heinz Beck Heinz Beck, Almancil
Lab by Sergi Arola, Sergi Arola, Sintra
Largo do Paço, Tiago Bonito, Amarante
Loco, Alexandre Silva, Lisboa
Mesa de Lemos, Diogo Rocha, Viseu
Midori, Pedro Almeida, Sintra
Pedro Lemos, Pedro Lemos, Porto
Vistas, Rui Silvestre, Vila Nova da Cacela
Vista, João Oliveira, Portimão
William, Luís Pestana, Funchal

Duas estrelas

Alma, Henrique Sá Pessoa, Lisboa
Belcanto, José Avillez, Lisboa
Casa de Chá da Boa Nova, Rui Paula, Leça da Palmeira
Il Gallo d"Oro, Benoît Sinthon, Funchal
The Yeatman, Ricardo Costa, Vila Nova de Gaia
Ocean, Hans Neuner, Porches
Vila Joya, Dieter Koshina, Albufeira

Ler mais na Evasões

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG