Hotéis

Hotéis para o inverno

Hotéis para o inverno

Esta é a época perfeita para quem gosta de um hotel (ou mesmo um quarto) com lareira. E não só. Há sempre um alojamento com spa e piscina interior para aqueles que preferem enganar o frio e fingir que é verão. Porque o conforto e o bem-estar não têm época.

VIDAGO PALACE HOTEL

A poucos quilómetros de Chaves, o Vi­dago Palace é o exemplo praticamente perfeito de um cinco estrelas que conseguiu honrar a tradição de hotel-palácio de voca­ção termal, em comunhão com o parque e a floresta à volta, tornando-se ao mesmo tem­po moderno, funcional e extremamente con­fortável - tão confortável que o inverno lhe assenta como uma luva. A recuperação fi­cou a cargo da dupla José Pedro Vieira e Dio­go Rosa Lã, que teve o máximo cuidado para preservar toda a memória Belle Époque do conjunto, cabendo a Siza Vieira a tarefa de construir a nova ala destinada ao spa e pro­jetar o interior da clubhouse.

Ironia do destino, foi construído para os últimos reis de Portugal, mas estes não vive­ram o suficiente para usufruir dele. Melhor sorte têm agora os seus hóspedes, pois o Vi­dago Palace adotou uma estratégia que pas­sa, entre outras coisas, pela aposta contínua em pacotes temáticos que permitem, conso­ante a época e o propósito de cada um, com­binar diferentes atividades e desfrutar do máximo possível ao melhor preço. É o ca­so do pacote Romance em Vidago para duas pessoas que nesta época baixa, durante os dias da semana, sai por 618 euros com direito a uma noite em quarto clássico com peque­no-almoço champanhe, flores, tratamento de spa e jantar.

TEXTO DE JOÃO MIGUEL SIMÕES

CHAVES Parque de Vidago, Apartado 16. Tel.: 276990920. Web: vidagopalace.com. Preço: A partir de 265 euros por noite em quarto duplo com pequeno-almoço

TORRE DE GOMARIZ WINE & SPA HOTEL

Uma aturada obra de reabilitação deu nova vida à capela, à torre e ao solar me­dievais da família Silva Couto em Vila Ver­de e o resultado é um refúgio único inserido numa propriedade bucólica, do século XIII, com seis hectares de vinha e uma frondo­sa mata.

Com arquitetura e design de interiores de bom gosto - de Paulo Braga e Cristina Ama­ral e de Nini Andrade e Silva, respetivamen­te -, um spa que está nomeado para os World Luxury Spa Awards e uma interessante pro­posta enogastronómica, o hotel convida a fa­zer uma escapadinha em qualquer altura do ano.Uma torre com oito gárgulas góticas aco­lhe a receção do hotel e duas suites e tem li­gação li­gação ao solar, onde funcionam o restauran­te Gomariz e uma acolhedora sala de estar, com lareira, um lindíssimo teto de madeira assotado e livros de arquitetura, fotografia e arte

TEXTO DE ANA ISABEL PEREIRA

VILA VERDE (Cervães) Torre de Gomariz Wine & Spa Hotel. Avenida Sobral-Castelo, 76. Tel: 253929160. Web: torredegomariz.com. Preços: quarto duplo a partir de 112 euros


CASAS DO CÔRO

Um cabrito assado ou um empadão de perdiz comidos à lareira? Um quar­to com lareira? Um spa com jacuzzi duplo, sauna panorâmica, banho turco panorâmi­co, piscina interior com quatro zonas de tra­tamento e um jardim exterior de oliveiras? Tudo isto é possível nas Casas do Côro, um turismo de aldeia localizado a poucos mi­nutos de Mêda. É um clássico, afinal já com 17 anos. Uma aldeia história, à data em ruí­nas, que Carmen e Paulo Romão recuperam e tornaram numa referência. Tem mais de uma dezena de casas diferentes e que po­dem ser alugadas na totalidade ou, nalguns casos, apenas uma suíte.

TEXTO DE JOÃO FERREIRA OLIVEIRA

MÊDA Largo do Côro, Marialva. Tel.: 917552020. Web: casasdocoro.pt. Preço: quarto duplo a partir de 125 euros


CASA DAS PENHAS DOURADAS

A imagem tornou-se famosa: do lado de dentro, a piscina, a água quente, o conforto; lá fora, as árvores cobertas de ne­ve num cenário que remete para locais co­mo Courchevel ou St. Moritz. Não é preciso ir tão longe. Fica nas Penhas Douradas, a 1500 metros de altitude, em pleno Parque Natu­ral da Serra da Estrela.

Estamos perante um design hotel de ar­quitetura contemporâneo e inspiração ser­rana, de onde quase não apetece sair, ape­sar da eterna e infantil vontade de brincar com a neve. Afinal não falta nada dentro de portas. 17 quartos e uma suíte com aqueci­mento central, leitor de DVD (há filmes à es­colha), Wi-Fi, roupões e chinelos de banho, fruta fresca, bolos durante a tarde e ainda um restaurante a cargo do chef Jorge Guedes - a consultadoria é do chef Luís Baena - que ser­ve almoços e jantares. Ao almoço reinam os sabores regionais e à noite a cozinha de autor.

Falta o spa, é claro, com a famosa piscina interior, sauna e várias massagens à dispo­sição. O frio é paisagem.

TEXTO DE JFO

MANTEIGAS Penhas Douradas, Apartado 9 . Tel.: 275918045. Web: casadaspenhasdouradas.pt. Preço: quarto duplo a partir de 125 euros


SOLAR DOS CÁCERES
Os dias de nevoeiro, que não são raros por esta altura do ano na aldeia beirã Ca­sal Vasco, a dois passos da Serra da Estrela, ajudam a entrar no espírito de tranquilida­de, ideal para quem quer esquecer o quoti­diano citadino.

Quando se entra do Solar dos Cáceres, edi­fício construído no século XV e que há qua­tro anos foi transformado num elegante ho­tel rural de oito quartos, o aroma de um bolo acabado de sair do forno propaga-se da co­zinha à receção. É o presente de boas-vindas aos hóspedes, que deve ser apreciado no ca­lor da lareira da sala de estar. O proprietário do hotel é um filho da terra, de origens hu­mildes, que não se conformou com o abando­no do importante solar. Comprou-o e recu­perou-o, mantendo o seu traçado. Quis criar, diz o próprio, «um refúgio para os sentidos» e a aldeia, com poucos habitantes e um am­biente tipicamente beirão, a isso ajuda. Vale a pena olhar com atenção as particularida­des do sítio, seja o cedro-do-buçaco defor­mado por um trovão, o castanheiro centená­rio ou o antigo lagar.


TEXTO DE LUÍSA MARINHO

FORNOS DE ALGODRES Solar dos Cáceres. Praça Doutor Figueiredo Nunes, Casal Vasco, Fornos de Algodres. Tel.: 271708225. Web: solardoscaceres.com. Preço: desde 70 euros (quarto duplo, com pequeno almoço)


POUSADA DA SERRA DA ESTRELA

Projetado por Cotttinelli Telmo - jovem arquiteto e realizador de filmes como A Canção de Lisboa - o antigo sanatório das Pe­nhas da Saúde foi construído durante o Antigo Regime para os funcionários dos caminhos-de-ferro, tal a pureza do ar.

Recebeu os últimos doentes na década de setenta do século XX, serviu como alojamen­to para os "retornados" e esteve depois vota­do ao abandono durante vários anos. Abriu como pousada, no dia 1 de abril de 2014, pelo Grupo Pestana, tendo-se tornado numa mora­da obrigatória para todos aqueles que preten­dem subir à Torre. Porque é acolhedor, apesar da dimensão e da pedra como elemento do­minante - a recuperação foi feita por Eduar­do Souto Moura, que manteve pé-direito ele­vado, os azulejos originais, bem como os an­tigos ascensores, em ferro e madeira; porque tem um spa com piscina interior, sauna, ba­nho turco e vários tratamentos; porque tem um restaurante que recupera alguns pratos serranos e onde se come com a lareira acesa; porque tem uma envolvência e um ar (verda­deiramente) puros. O resto são histórias.

TEXTO DE JFO

COVILHÃ Penhas da Saúde, Estrada Nacional 339. Tel.: 210407660. Web: pousadas.pt. Preço: quarto duplo a partir de 96 euros


ABRIGO DA MONTANHA

Há quatro décadas, quando a Serra da Estre­la se começou a destacar como destino tu­rístico de inverno, a aldeia do Sabugueiro, últi­ma povoação antes de se chegar ao cume, de­senvolveu-se rapidamente. A estalagem Abrigo da Montanha faz parte dessa história. Surgiu na época para abrigar e alimentar (o restauran­te é uma das suas mais-valias) os entusiastas da neve.

Os tempos mudaram a estalagem foi perden­do o seu antigo conforto. Há quatro anos, fechou e esteve dois anos em obras, reabrindo comple­tamente renovada há outros tantos. Agora, tem uma piscina interior aquecida (de onde dá para ver a neve a cair), salas de banho suíço e turco e cabine de hidromassagem. As janelas dos 21 quartos e das seis suites enquadram a serra. A porta ao lado do hotel é o restaurante, que era já almoço um clássico na aldeia e que tem comida de con­forto para aquecer o inverno. LM

SABUGUEIRO Abrigo da Montanha - Hotel spa. Rua do Comércio, 46, Sabugueiro, Seia. Tel.: 238315329. Web: abrigodamontanha.pt. Preço: Quarto duplo a partir de 89 euros, com pequeno-almoço


CHALET SAUDADE

Duas ruas paralelas em Sintra, dois proje­tos diferentes, mas em tudo complemen­tares, e um mesmo nome. Saudade.

Depois de se aventuraram com o café, Luís Martins, nascido e criado na Amadora, e Mary Pereira, criada em Boston mas de origem lusa, mantém igualmente a seu cargo, desde feve­reiro de 2013, uma casa de hóspedes. O Chalet da Saudade fica na rua Dr. Alfredo da Costa, a dois passos do Palácio da Vila. Tem um total de 11 quartos e nas áreas comuns, assumidamen­te desirmanadas, as peças de mobiliário ame­alhadas e recuperadas combinam com porme­nores deliciosos como as pequenas fábulas nos rodapés, as portas art déco ou os frescos da en­trada, do último quartel do século XIX, atribu­ídos a um dos mestres que trabalhou no Palá­cio da Pena.


TEXTO DE JMS

SINTRA Rua Dr. Alfredo da Costa, 21. Tel.: 210150055, saudade.pt. Preço: quarto duplo a partir de 59 euros, com pequeno-almoço

GRANDE REAL VILLA ITÁLIA HOTEL & SPA

Se há nomes que levam os clientes ao en­gano não é, certamente, o deste hotel si­tuado em Cascais. As paredes têm sangue re­al - Humberto II, o último Rei de Itália este­ve ali exilado durante 37 anos, desde 1946 - já quanto à grandeza, a decoração e números fa­lam por si.
Mais de uma centena de quartos incluindo suítes e penthouses familiares, três restauran­tes a cargo do
chef Paulo Pinto (que insiste em manter-se fiel à casa), e um spa com 1000m2. É verdade que hoje em dia quase todos os ho­téis têm um pequeno spa, uma piscina inte­rior ou uma sala de tratamento, mas este não é um spa qualquer. É o Real Spa Therapy, um spa à antiga, megalómano, com um ambiente inspirado nas termas romanas que coloca os hóspedes numa espécie de bolha, longe dos telemóveis e indiferente às notícias e ao tem­po que faz lá fora. Não é isso que é suposto ser um spa? Tem circuito talasso, sauna, jacuzzi, ginásio e dez salas de tratamento e massagens de talassoterapia, método terapêutico basea­do nas propriedades da água do mar. Até por­que o mar está mesmo ali ao lado. JFO

CASCAIS Rua Frei Nicolau de Oliveira, 100. Tel.: 210966000. Web: granderealvillaitalia.realhotelsgroup.com. Preço: quarto duplo a partir de 135 euros


L"AND VINEYARDS

Recomendar o L"AND Vineyards porque o seu restaurante (a cargo do chef Miguel Laffan) recuperou recentemente uma estrela Michelin, seria uma razão mais do que válida para visitar este hotel locali­zado em Montemor-o-Novo, mas há mais.

Muito mais. Há 22 suítes com uma arqui­tetura contemporânea integradas em 7000 hectares de vinha, uma adega, um lago, um edifício central com lareira e vista para as vi­nhas e ainda um spa com 800 m2 e a chan­cela da Caudelie - marca especializada em tratamentos de vinoterapia. Tem uma atmos­fera intimista, à base de pedra natural, pen­sado pelo brasileiro Marcio Kogan, o arqui­teto responsável por fazer com que a nature­za e a contemporaneidade não entrassem em conflito. E não entram. Para estes dias cria­ram mesmo um pacote (L`And & Spa) espe­cial composto por duas noites de alojamento e dois tratamentos por pessoa à escolha. Com possibilidade de ficar alojado na Sky Suite. Que é como quem diz um quarto com um teto de vidro e vista para o céu. Toda a gen­te sabe que não há céu tão estrelado como o alentejano. Mesmo no inverno.

TEXTO DE JFO

MONTEMOR-O-NOVO Herdade das Valadas, Estrada Nacional 4. Tel.:266242400. Web: l-and.com. Preço: quarto duplo a partir de 162 euros


HERDADE DA MALHADINHA NOVA COUNTRY HOUSE & SPA

Ainda que tenha sido uma das primei­ras, dentro do género, a abrir em Por­tugal, a Herdade da Malhadinha Nova, perto de Beja, nunca baixou a fasquia e continua a ser um dos melhores e mais elegantes exem­plos do que deve ser um hotel rural.

Numa propriedade de 450 hectares, sen­do 33 deles só de vinhas, seria natural pensar que o pico de dormidas tivesse lugar na prima­vera-verão. Errado, a maioria vem a partir do outono, atraída pela ideia de desfrutar das la­reiras acesas e de comodidades como o chão de tijoleira dos quartos (não mais do que sete duplos, duas suítes e uma suíte júnior) aque­cido a 20 graus. A decoração é feita em tons de branco, num registo campestre com bastantes apontamentos contemporâneos conjugados com peças de traça alentejana. O vinho é um chamariz e tanto, mas pesa ainda mais uma oferta que inclui um restaurante, um spa, uma coudelaria, uma adega, uma vinha, um oli­val, um montado e até uma linha de água.


TEXTO DE JMS

BEJA Albernôa.Tel.: 284965432. Web: malhadi­nhanova.pt. Preço: quarto duplo a partir de 250 euros, com pequeno-almoço