Lusa

Cimeira Ibérica: Decisão em Zamora para criar centro de energias renováveis não passou do "papel"

Cimeira Ibérica: Decisão em Zamora para criar centro de energias renováveis não passou do "papel"

Évora, 08 mai (Lusa) -- A criação do Centro Ibérico de Energias Renováveis e Eficiência Energética (CIEREE), na cidade espanhola de Badajoz, foi aprovada na última Cimeira Luso-Espanhola, realizada em Zamora (Espanha), em 2009, mas o projeto não passou do "papel".

A ideia surgiu na cimeira de 2008 entre os dois países ibéricos, em Braga, quando o então chefe de governo espanhol José Luiz Zapatero (PSOE) garantiu a formalização do projeto no seguinte encontro bilateral.

De facto, em 2009, na 24.ª cimeira, que teve lugar em Zamora, os dois governos ibéricos, ainda liderados por Sócrates (PS) e Zapatero, oficializaram a decisão de criar o CIEREE.

Este texto da agência Lusa foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG