Lusa

Caso BCP: "Processo sofre de mal formação genética" - juiz

Caso BCP: "Processo sofre de mal formação genética" - juiz

Lisboa, 07 out (Lusa) - O juiz António da Hora, que hoje declarou nulas as provas apresentadas pelo acionista Joe Berardo na ação do Banco de Portugal contra seis administradores do BCP, considerou que o processo "sofre de mal formação genética" desde o início.

Cerca das 14:24, o juiz do processo que opunha o Banco de Portugal (BdP) a seis antigos administradores do BCP iniciou a leitura da decisão sobre o pedido de nulidade das provas apresentadas pelo empresário e acionista da instituição Joe Berardo.

A nulidade das mesmas deveu-se à violação do sigilo bancário.

Este texto da agência Lusa foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.