Lusa

Voluntariado missionário: "Maior investimento" em Angola e Moçambique - Estudo

Voluntariado missionário: "Maior investimento" em Angola e Moçambique - Estudo

Lisboa, 24 abr (Lusa) -- Os países-alvo da ação do voluntariado missionário português são preferencialmente os países africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP), destacando-se um "maior investimento" em Angola e Moçambique, segundo o estudo "Voluntariado: missão e dádiva".

O estudo, promovido pela Fundação Fé e Cooperação (FEC), em parceria com a Escola Superior de Educação Paula Frassinetti2, e com o apoio da Fundação Calouste Gulbenkian, analisou os perfis das instituições que promovem o voluntariado, tendo recolhido dados junto de 57 organizações e obtido 37 respostas.

Segundo as conclusões do estudo, a que a Agência Lusa teve acesso, há um maior investimento destas ações em Moçambique (22) e Angola (15). Nos outros países, regista-se um equilíbrio de ações em curso que rondam a dezena em cada um, incluindo o Brasil, além de nove ações em outros tantos países.

Este texto da agência Lusa foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.