EUA

Apresentada uma nova impressora 3D cem vezes mais rápida

Apresentada uma nova impressora 3D cem vezes mais rápida

Uma impressora que poderá criar objetos em três dimensões (3D) a uma velocidade 100 vezes superior às máquinas convencionais, ao incorporar um sistema de impressão que solidifica resina líquida com duas luzes, foi apresentada na sexta-feira nos Estados Unidos.

O método poderá revolucionar a impressão de trabalhos de manufatura relativamente pequenos, com capacidade para criar até 10 mil artigos idênticos, segundo os engenheiros da Universidade de Michigan encarregados do desenho.

A novidade do sistema de impressão radica na inclusão de duas luzes que são capazes de recriar desenhos ao solidificar resina e mantê-la líquida noutras partes, seguindo padrões que podem chegar a ser muito sofisticados, defendem os inventores.

Assim, estas máquinas podem fazer baixo relevo em 3D em apenas um disparo, em vez de seguirem o sistema convencional que imprime os objetos de forma mais lenta e através de uma série de linhas que vão solidificando lentamente ou mediante secções transversais, um pouco mais rápidas.

"Podem obter-se materiais muito mais fortes e muito mais resistentes ao desgaste", disse o professor de engenharia Timothy Scott durante a apresentação do novo produto.

Ao acrescentar uma segunda luz para obter a solidificação da resina, a equipa de Michigan pode produzir espaços vazios muito maiores nos objetos, de um milímetro de espessura.

Nos sistemas convencionais, só há uma luz que endurece a resina e cria o objeto tridimensional a partir de planos em 2D, um método que os engenheiros responsáveis pela nova impressora consideram mais lento.

Outros Artigos Recomendados