O Jogo ao Vivo

Energias renováveis

Avião a energia solar bate novo recorde

Avião a energia solar bate novo recorde

Solar Impulse, o primeiro avião a energia solar, bateu um novo recorde. A sua segunda travessia durou 18 horas entre Phoenix e Dallas, nos Estados Unidos. O objetivo é demonstrar as capacidades da energia solar.

Após 18 horas e 21 minutos de viagem, com partida em Phoenix, Arizona, o avião acabou por aterrar em Dallas, no Texas, após uma viagem de 1541 quilómetros sem escalas.

O anterior recorde de distância percorrida era de 1116 quilómetros, registado há um ano entre Suíça e Espanha.

Esta foi a segunda etapa em território norte-americano. A primeira viagem foi entre São Francisco e Phoenix, numa jornada que durou 19 horas, no início do mês de maio.

A travessia sobre os Estados Unidos, que irá terminar em Nova Iorque, vai contar com cinco etapas. Depois de Dallas, o avião irá voar até Saint Louis, Missouri e depois até Washington DC. O último destino será o aeroporto JF Kennedy em Nova Iorque em meados de julho.

As viagens não são simultâneas para permitir aos curiosos verem o avião e falarem com os pilotos Bertrand Piccard e Andre Borschberg, que voam alternadamente. O voo desta quinta-feira foi conduzido por Andre Borschberg.

O Solar Impulse tem como principal objetivo promover e encorajar políticas desenvolvimento e adoção de energias e tecnologias sustentáveis, que evitem o desgaste de recursos.

O aparelho em fibras de carbono tem 1600 quilos e 63,4 metros de comprimento, o equivalente a um Boeing 747. O avião pode atingir até 8500 metros de altitude e viaja a uma velocidade de cerca de 70 quilómetros por hora, dependendo da força do vento.

Este avião revolucionário possui quatro motores elétricos alimentados a energia solar. O aparelho é composto por 12 mil painéis fotovoltaicos capazes de produzir energia suficiente para carregar baterias em lítio com 400 quilos, que possam ser usadas tanto durante o dia, como durante a noite.