Comunicação

Chamadas ilimitadas no Zoom durante o Natal e o Ano Novo

Chamadas ilimitadas no Zoom durante o Natal e o Ano Novo

O Zoom suspendeu os 40 minutos de limite para contas gratuitas e o tempo passou a ser ilimitado para todos durante o Natal e o Ano Novo. O objetivo é melhorar as festividades e permitir que os familiares e amigos se reúnam, de forma virtual e segura.

O Zoom decidiu oferecer chamadas ilimitadas para todos durante o Natal, o Ano Novo e no último dia das festividades do Hanukkah, conhecido pelo Festival das Luzes, e do Kwanzaa, uma celebração afro-americana que é por norma comemorada nos Estados Unidos. "A covid-19 mudou a forma como vivemos, trabalhamos e celebramos em 2020. Como sinal de apreço pelos nossos utilizadores durante um tempo extraordinário, estamos a remover o limite de 40 minutos de contas Zoom grátis para todas as reuniões a nível mundial para várias ocasiões especiais que se avizinham", anunciaram no comunicado.

"A mensagem é muito simples: o encontro durante o Natal é um risco para si, para a sua família e para a sua comunidade. Será um presente para o vírus, porque uma mesa de jantar de Natal cheia é a condição ideal para a transmissão", alerta Stephen Reicher, professor de psicologia social na Universidade de St Andrews, citado pelo "The Guardian".

A iniciativa passa por ajudar as pessoas a estarem reunidas virtualmente com os seus familiares e amigos na época natalícia, de forma a tornar o mais normal possível este período que o mundo atravessa. Como tal, as videochamadas não tem tempo estipulado a partir das 15 horas da tarde do dia 17 até às 11 horas da manhã do dia 19, do dia 23 ao dia 26 e do dia 30 ao dia 2, durante os mesmos horários. Os utilizadores não necessitam de realizar nenhuma alteração nas definições, visto que a mudança será automática. A equipa do Zoom aconselha apenas a criação de reuniões com password, de forma a proteger as conversas e recorda que quem quiser pode fazer download de planos de fundo festivos e filtros, para tornar as chamadas mais divertidas.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG