Aplicações

Comprar o primeiro tweet por milhões é como "comprar a Mona Lisa"

Comprar o primeiro tweet por milhões é como "comprar a Mona Lisa"

Jack Dorsey, fundador do Twitter, escreveu a março de 2006 o seu primeiro post na rede social. Aquilo que não previu foi que, 15 anos depois, em 2021, o mesmo tweet fosse vendido por quase dois milhões e meio de euros. Sina Estavi, autor da compra milionária, disse que o investimento foi semelhante à compra da Mona Lisa.

"Apenas a configurar o meu twttr", foi o primeiro tweet publicado na história do Twitter, a 21 de março de 2006 e que, agora, foi leiloado por Jack Dorsey para a instituição de caridade Give Directly's - Africa Response. Estavi, presidente-executivo da empresa de criptomoedas Bridge Oracle, comprou o tweet usando o ether, uma moeda rival do bitcoin. A compra foi celebrada com um certificado digital exclusivo, ainda que qualquer pessoa com acesso à Internet possa ler as primeiras palavras de Dorsey na rede social.

"Acredito que seja um mercado emergente que está apenas no início. Todas as formas de arte e criações digitais, como música, fotos, vídeos, tweets e posts de blog, podem ser negociadas na forma de um NFT (Certificado de Bem Não Fungível, uma espécie de certificado digital que tem conquistado cada vez mais valor no mercado de bens digitais)", afirmou o investidor nacional da Malásia, de apenas 29 anos. À sua volta, garantiu que as reações foram positivas. Segundo Estavi, os amigos "estão realmente gratos e felizes com este investimento", uma vez que reconhecem o valor e o preço futuro desta compra e o impacto e importância que ela representou nas redes sociais. Cathy Hackl, especialista em redes sociais, explicou à BBC que, um dia, este primeiro tweet "pode ser visto como a primeira edição de um livro raro".

Numa mensagem no Twitter, o orgulhoso comprador das palavras de Jack Dorsey comparou a aquisição à compra do quadro da Mona Lisa. "Penso que daqui a alguns anos as pessoas vão perceber o verdadeiro valor deste tweet, como a da Mona Lisa", explica.

Apesar das opiniões, por vezes controversas, o dinheiro "está destinado a uma boa causa", garantiu Cameron Hejazi, cofundador da empresa americana Cent que detêm a Valuables, plataforma online através da qual a venda foi operacionalizada. "Fiquei chocado, mas não surpreso - o valor desses ativos é altamente subjetivo. Além disso, estamos felizes que o dinheiro vá para uma causa tão boa", contou ao meio de comunicação britânico.

PUB

As previsões apontam para que as vendas de tweets aumentem, uma vez que existem publicações feitas por artistas, como atores e músicos, que se tornam virais e chamam a atenção dos mais entusiastas. De acordo com a BBC, há quem acredite que os tweets controversos de Donald Trump como presidente dos EUA podem, um dia, ser alvo de investimentos. O mercado de NFT tem ganho relevo e usado a mesma tecnologia blockchain que sustenta moedas digitais, como a bitcoin, para estabelecer propriedade e autenticação.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG