Dia de Limpar o Computador

Os conselhos para se livrar do pó e do lixo informático

Os conselhos para se livrar do pó e do lixo informático

Todos os anos, nas segundas segundas-feiras do mês de fevereiro, celebra-se o Dia de Limpar o Computador. Em 2020, a sorte saiu ao dia 8 de fevereiro. O evento foi instituído pela primeira vez no ano de 2000 pelo Instituto de Negócios e Tecnologia, da cidade de Santa Clara, no estado norte-americano da Califórnia. O JN reuniu algumas dicas para retirar a sujidade e o lixo do seu computador.

Será difícil não encontrar ninguém que já não tenha negligenciado a limpeza do seu próprio computador. Mas em tempo de pandemia, em que o teletrabalho e o próprio tempo livre (a navegar entre os serviços de streaming, os podcasts e as notícias) tornaram o uso do computador quase uma segunda extensão de cada um de nós, é relevante ter um equipamento limpo. Em alguns casos, exceto se for uma avaria, pode mesmo otimizar a eficácia do computador.

Para começar a limpeza, a primeira ação é desligar completamente o computador: inclui desconectar o equipamento de qualquer ligação à energia elétrica (desligar o cabo de alimentação) e a outros dispositivos como impressoras e ratos. Depois pode retirar a bateria do interior, se se tratar de um portátil.

Jack Schofield, jornalista de tecnologia que teve durante vários anos uma coluna no jornal "The Guardian" chamada "Perguntem ao Jack" ("Ask Jack"), aconselha a usar um pincel macio para retirar o pó do computador e a evitar usar escovas porque podem criar "energia estática". "O objetivo principal é soprar a sujidade para longe dos componentes eletrónicos, não para dentro deles", escreveu num artigo em 2014.

Por essa razão, nunca deve ser utilizado um aspirador perto dos componentes do computador, mas pode usá-lo para afastar o pó à superfície. Uma lata de spray de ar comprimido pode ajudar igualmente a retirar a poeira, para que a sujidade não entranhe ainda mais no equipamento. No entanto, sempre com cuidado.

Jolie Kerr, escritora norte-americana que teve durante vários anos uma coluna sobre limpeza, explicou ao "The New York Times", que "não é preciso muito para limpar um computador". Kerr afirma que usa apenas quatro objetos: "álcool, panos de microfibra, cotonetes e ar comprimido".

PUB

A especialista faz um aviso: "A coisa mais crítica ao limpar um laptop ou desktop é aplicar o produto de limpeza na ferramenta [pano, por exemplo] que está a usar para limpar, nunca diretamente no computador".

Assim, aplique um pouco de álcool, por exemplo, num pano de microfibras, certifique-se de que não está húmido e passe pelo computador. Pode fazer o mesmo com um cotonete e limpar o teclado. Quanto ao ecrã passe um pano de microfibras seco e deverá ser o suficiente para que o pó desapareça.

Se não sentir confortável com esta "operação de limpeza" pode e deve contactar uma loja especializada de informática.

A HP, empresa de tecnologia, recomenda uma limpeza do equipamento a cada seis meses, se fumar ou tiver animais de estimação em casa e perto do computador. Caso contrário, bastará uma limpeza anual.

Luís Antunes, professor no Departamento de Ciência de Computadores na Faculdade de Ciências da Universidade do Porto (FCUP), esclarece ao JN: quando algum utilizador diz que apagou um ficheiro do computador não o eliminou definitivamente, mesmo depois de o ter descartado da pasta da "Reciclagem". "O que perde é o link para a zona do disco [do computador] onde está aquela informação", explica.

Numa altura em que o rasto digital de cada de nós se tornou tão importante, o docente universitário afirma que é possível não acumular tanta informação nos computadores e fortalecer a segurança informática. Por exemplo, através da navegação em modo anónimo, não aceitar "cookies" (pequenos arquivos criados pelos sites visitados e que ficam guardados no computador) e apagar mais frequentemente a "cache" (espécie de depósito de informações onde ficam armazenados dados de sites).

Por outro lado, existem algumas ferramentas que tornam o equipamento mais "leve". Os computadores com sistema operacional Windows oferecem, por exemplo, uma ferramenta chamada "Disk Cleanup" ("Limpeza do Disco"), que ajuda a libertar espaço no disco rígido, aponta os arquivos que o utilizador não necessita e elimina-os. Há ainda programas gratuitos como "CCleaner" ou o "Glary Utilities", que podem ser descarregados na Internet para limpar os dados desnecessários de forma rápida e eficaz.

Uma das palavras-chave para a limpeza de qualquer lugar ou espaço é a organização. Portanto, da mesma forma que arrumamos a divisão de uma casa ou tratamos do nosso guarda-roupa, o mesmo se passa no nosso computador. Desfaça-se do que não necessita. Alex Hern, editor da secção de Tecnologia do "The Guardian", aconselha: aquela pasta das transferência ("downloads") que "é uma mistura de coisas que nunca quis descarregar, coisas que já copiou para outro lado ou adicionou a uma pasta, e coisas que achava que precisava e já esqueceu"? "Limpe-a".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG