Covid-19

Facebook remove vídeo de Trump alegando desinformação

Facebook remove vídeo de Trump alegando desinformação

A rede social Facebook removeu um vídeo da página do presidente dos EUA, Donald Trump, por "violação dos regulamentos sobre desinformação" acerca da pandemia de covid-19.

O vídeo continha imagens de uma entrevista de Trump ao canal televisivo Fox News, na qual o presidente republicano garantia que as crianças dificilmente podem contrair o novo coronavírus.

Nas últimas semanas, o presidente tem insistido na tese de as crianças serem "quase imunes" ao novo coronavírus, para justificar as suas pretensões de regresso total do ensino presencial nas escolas norte-americanas.

Andy Stone, porta-voz do Facebook, disse que o vídeo que Trump publicou na sua página da rede social "inclui declarações falsas de que um grupo de pessoas é imune à covid-19" e "isso é uma violação" das políticas da empresa "sobre desinformação".

Esta é a primeira vez que o Facebook remove uma entrada sobre a pandemia de covid-19 colocada na página do presidente dos EUA.

Os Estados Unidos já registaram quase cinco milhões de casos de contágio com o novo coronavírus, incluindo mais de 150 mil mortes.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 701 mil mortos e infetou mais de 18,5 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Depois de a Europa ter sucedido à China como centro da pandemia em fevereiro, o continente americano é agora o que tem mais casos confirmados e mais mortes.

Outras Notícias