Automóveis

Ferrari anuncia carro 100% elétrico mais cedo do que o previsto

Ferrari anuncia carro 100% elétrico mais cedo do que o previsto

A Ferrari planeia lançar o primeiro carro totalmente elétrico no mercado em 2025, avançou, na quinta-feira, John Elkann, presidente e CEO da marca italiana, numa conferência anual de acionistas. Assim, a empresa prepara-se agora para uma nova era.

Até ao momento, nenhuma data definitiva tinha sido revelada, sendo que a própria empresa apenas havia adiantado que só teria um carro 100% elétrico depois de 2025. Contudo, a chegada deste veículo vem mesmo em 2025 - antes do que as previsões apontavam.

Elkann prevê que a eletrificação da Ferrari ajudará a atrair uma nova geração. "Estamos a dar continuidade à execução da nossa estratégia de eletrificação de uma forma altamente disciplinada. A nossa interpretação e aplicação destas tecnologias tanto na competição como nos modelos de estrada representam uma grande oportunidade para trazer a exclusividade e paixão da Ferrari para as novas gerações", referiu.

Além de ter confirmado a chegada de um modelo totalmente elétrico, o presidente da Ferrari deu a conhecer mais alguns detalhes acerca do futuro próximo da marca. Inicialmente, revelou que nos próximos meses poderão chegar três novos modelos, acrescentado que 2022 será "um ano de lançamentos de novos produtos importantes, especialmente o Purosangue - o primeiro SUV da marca". Esta novidade é descrita pela Ferrari como "algo verdadeiramente especial". Quanto aos restantes, como habitual da marca italiana, as especificações só devem ser conhecidas quando o modelo for efetivamente apresentado.

Ainda na conferência, a marca divulgou que também prossegue a busca por um novo CEO para suceder a Louis Camilleri, que se reformou no final do ano passado. Segundo Elkann, está garantido que os candidatos que constam na lista restrita terão os recursos necessários para liderar a empresa nesta década.

"Estamos muito entusiasmados com o nosso primeiro elétrico da Ferrari que planeamos revelar em 2025. Continuamos a executar a nossa estratégia de eletrificação de uma forma altamente disciplinada", adiantou Elkann.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG