Tecnologia

Gearbest voltou com indefinições e suporte ao cliente a funcionar

Gearbest voltou com indefinições e suporte ao cliente a funcionar

A Gearbest, popular site de venda de produtos eletrónicos chineses, voltou à Internet quase um mês depois de ter desaparecido sem explicações. O site apresenta alguns problemas, mas o apoio ao cliente parece funcionar.

O regresso do site da Geabest é um mistério tão grande como o desaparecimento da popular loja online de venda de produtos chineses. A empresa não deu explicações para o motivo da quebra, que durou cerca de um mês, e não anunciou ou comentou o regresso, nos últimos dias.

O regresso do site vem acompanhado do suporte da empresa. O email está funcional, responde automaticamente e abre um ficheiro de reclamação.

Pode ser uma esperança para os clientes que ficaram sem dinheiro e sem artigos nos últimos meses, embora o simples facto de o suporte estar aparentemente estar ativo não significar que o processo vá avançar ou os clientes venham a ser ressarcidos. E alguns esperavam desde julho por respostas. Ou pela devolução do dinheiro.

Há artigos mais caros que nas lojas em Portugal

O site internacional da Gearbest está de volta, mas com vários problemas, itens em falta e informação incompleta de produtos. O separador de computadores nem sequer abre, por exemplo, e outros, como o de televisões, tem apenas três artigos, todos com preços acima dos encontrados em sites ou empresas da especialidade em Portugal ou na Europa. Caso do projetor laser Mijia de 150 polegadas, à venda por metade do preço na loja oficial da Xiaomi.

PUB

Entre artigos populares como telefones ou outros "gadgets", uma rápida vista de olhos permitiu encontrar uma discrepância de preços elevada e desfavorável à Gearbest. É o caso de telefones da Xiaomi, exemplos para os modelos Poco X3 Pro, mais barato na loja online de Portugal, ou a nova versão do Redmi Note 8 2021, lançado para assinalar as 25 milhões de unidades vendidas pelo original, que pode ser comprado por quase metade do preço nas principais lojas físicas e online portuguesas.

Parece muita indefinição na Gearbest, empresa muito popular em alguns países europeus como França, Espanha ou Portugal, por exemplo, e que durante anos conseguiu vender a preços competitivos.

Empresa-mãe da Gearbest enfrente processo de falência

A GearBest é um dos ramos da Global Top E-Commerce, anteriormente conhecida por Shenzhen Globalegrow Electronic Commerce, ou, na forma mais simples, Globalegrow. A empresa mãe do site enfrenta um processo de "apreciação de falência", na sequência de um pedido apresentado pela sucursal de Nanshan, em Shenzhen, pelo Banco Industrial e Comercial da China (BICC), que pode determinar o futuro da companhia.

A Globalegrow disse, em junho, quando o processo de apreciação de falência terá dado entrada no Tribunal Provincial de Guangdong, que não tinha recebido documentos oficiais do Tribunal Popular Intermédio de Shenzhen, mas admitiu que estaria a negociar um acordo com a sucursal de Nanshan do BICC, enquanto angariava novos financiamentos para se manter viável. Agora, como se nada tivesse acontecido, reapareceu, tão silenciosa como tinha desaparecido.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG