Tecnologia

Google volta a registar falhas no serviço de correio eletrónico

Google volta a registar falhas no serviço de correio eletrónico

O serviço de correio eletrónico da Google, o Gmail, voltou, esta terça-feira, a registar problemas técnicos, um dia depois do acesso a esse mesmo serviço e à plataforma de vídeos YouTube ter falhado por cerca de 45 minutos.

A multinacional norte-americana das tecnologias da informação reconheceu que os utilizadores podem observar "mensagens de erro, longos tempos de espera e comportamento incomum" quando acedem ao Gmail.

"Estamos cientes de que existe um problema com o Gmail, a afetar significativamente os utilizadores", assumiu a Google, às 21:29 de Lisboa.

As falhas também foram relatadas por mais de 15 mil utilizadores da internet no portal Downdetector, por volta das 22:00 de Lisboa.

Já a plataforma YouTube não parece ter sido hoje afetada, bem como o motor de pesquisa da Google e o serviço de geolocalização Google Maps.

Na segunda-feira, o Downdetector adiantou que as falhas no acesso aos serviços da empresa sediada na Califórnia verificaram-se a partir das 11:30 e afetaram milhares de utilizadores, na costa leste dos Estados Unidos, no Japão e em países da Europa, da América do Sul e de África.

A Google já afirmou que esses problemas estiveram relacionados com a gestão do sistema de autenticação, tendo rejeitado a hipótese de ataque cibernético.

PUB

"A Google passou por uma interrupção no sistema de autenticação durante aproximadamente 45 minutos devido a um problema de quota de armazenamento interno. Os serviços que exigem que os utilizadores iniciem sessão apresentaram altas taxas de erro durante este período", adiantou.

Em agosto, alguns dos serviços da empresa também já tinham sofrido quedas intermitentes em todo o mundo.

Outras Notícias