Tecnologia

Hackers franceses descobrem microfone escondido em robô de cozinha do Lidl

Hackers franceses descobrem microfone escondido em robô de cozinha do Lidl

Dois franceses, que queriam instalar um jogo no robô de cozinha do Lidl, encontraram um microfone escondido no interior do aparelho.

Alexis Viguié e Adrien Albisetti são dois franceses aficionados pelo universo da informática. A dupla, segundo conta o jornal espanhol "El País", foi desafiada por um outro amigo a instalar o jogo Doom na Monsieuer Cuisine Connect, um robô de culinária vendido exclusivamente nas lojas do Lidl. O robot de cozinha, projetado na Alemanha e produzido na China, conta com um ecrã tátil e liga-se à Internet para descarregar receitas.

A meio do processo de instalação do jogo a dupla foi confrontada com algo inesperado. É que o aparelho tinha um microfone oculto e um sistema operativo que não é atualizado desde 2017. "Não acreditamos que o Lidl nos queira espiar", disse, ao jornal espanhol, Adrien. O francês, de 30 anos, vive em Rennes e acabou há pouco os estudos na área da informática.

Apesar de elogiar o funcionamento do robô de cozinha, alerta para um perigo que reside na combinação do microfone e do software desatualizado, o Android 6.0. Segundo o informático, esta vulnerabilidade torna possível que um pirata informático assuma o controlo do aparelho e escute as conversas dos utilizadores através do microfone instalado.

O risco, segundo o especialista, é "limitado". "O acesso ao microfone e a outras funções vulneráveis só é possível quando o aparelho está ligado. Por isso, é importante não se esquecer de o desligar quando não está a ser usado", explica.

Ao portal de tecnologia francês Numerama, Michel Biero, responsável pelo marketing do Lidl em França, explicou que o aparelho utiliza este software por não ser necessário a presença de um mais desenvolvido. "É perigoso ter um sistema operativo antigo porque não é atualizado e existem vulnerabilidades de segurança", contrapõe Adrien.

A verdadeira surpresa, porém, aconteceu quando descobriram que o robô de cozinha tinha no seu interior um microfone que estava desativado por defeito, mas em perfeito estado de funcionamento.

PUB

O Lidl não menciona no seu site ou nas instruções do aparelho qualquer referência ao funcionamento do microfone. Ao Numerama, Michel Biero explicou que o microfone foi colocado no robot para que este fosse eventualmente utilizado com o controlo de voz ou através do Alexa. "Deixamos o microfone, mas está totalmente inativo e é impossível ser ativado remotamente", assegurou.

"O Lidl confirma que o Monsieur Cuisine Connect foi equipado com um tablet standard contendo um microfone. Este microfone está desativado no lado do software e não pode ser ativado pelos nossos clientes", explicou, ao JN, fonte do Lidl em Portugal. O microfone, de acordo com a empresa, foi instalado "com vista a possíveis atualizações de software ou à introdução de outras funções do dispositivo para as quais pode ser necessário um microfone".

Os dois especialistas publicaram um vídeo na rede social YouTube em que provam, através da plataforma Discord, utilizada por jogadores de videojogos para falarem entre si, o funcionamento deste microfone.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG