Redes sociais

Instagram sugeriu buscas sobre perda de peso a pessoas com transtornos alimentares

Instagram sugeriu buscas sobre perda de peso a pessoas com transtornos alimentares

"Descuido" foi assumido pela empresa, que já retificou o problema da ferramenta de pesquisa. "Lamentamos qualquer confusão causada", sublinhou.

Foi um "erro". O Instagram pediu recentemente desculpa por uma falha que levou a rede social a mostrar conteúdos ligados à perda de peso a utilizadores com transtornos alimentares.

Em questão está o novo recurso da plataforma que oferece sugestões de pesquisa com base nos interesses dos cidadãos, englobando, por exemplo, temas como "decoração", "jardinagem" ou "por do sol".

No entanto, a alguns utilizadores com distúrbios alimentares foi sugerida a busca de "Inibidores de apetite", aumentando o risco de uma recaída.

O Facebook, empresa que detém o Instagram, explicou, entretanto, que a inclusão destes termos prejudiciais foi "um descuido", já resolvido.

"Para ajudar as pessoas a descobrir o conteúdo no qual estão interessadas lançámos uma nova forma de pesquisa no Instagram, além das ​​​​​​​hashtags e dos nomes de utilizadores, onde é possível tocar na barra de pesquisa e ver vários tópicos possíveis de busca", explicou a plataforma em comunicado.

PUB

"Essas sugestões limitam-se a interesses gerais. A perda de peso não devia ser um deles e tomámos medidas para evitar que apareça. Lamentamos qualquer confusão causada", acrescentou.

De referir que, desde 2019, o Instagram tem regras relativamente à temática da perda de peso, com restrições impostas às publicações sobre produtos dietéticos e ligados à cirurgia estética. Nestes casos, os posts são ocultados a menores de 18 anos ou mesmo banidos, se associados a qualquer tipo de ações "milagrosas".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG