Tecnologia

Aplicação portuguesa permite interagir com astronautas

Aplicação portuguesa permite interagir com astronautas

Empresa portuguesa foi distinguida pela NASA, pelo desenvolvimento de uma aplicação que permite interagir com astronautas.

Uma empresa portuguesa venceu um concurso internacional da NASA ao arrecadar o prémio na categoria de "Most innovative use of IBM Bluemix", durante o "SpaceApps Challenge 2015" que decorreu no passado fim de semana no ESA Business Incubation Center, na cidade de Noordwijk, na Holanda. Quatro portugueses da Load Interactive, uma empresa tecnológica de Aveiro, criaram a aplicação móvel SpaceStuff que tem como objetivo interagir com os astronautas.

A aplicação "permite encontrar astronautas através de realidade aumentada, comunicar com eles através do Twitter e saber mais acerca do perfil de cada um", explica ao JN João Abrantes, diretor-geral da Load. Trocado por miúdos, e muito resumidamente, o funcionamento da aplicação descreve-se assim: aponta-se o telemóvel para o céu, gira-se até ele detetar a Estação Espacial Internacional (EEI) e surgir um menu que descreve quem são os astronautas que lá estão em órbita - a partir daí existem outras funcionalidades entre as quais um botão para enviar uma mensagem instantânea a cada um dos homens que lá em cima viaja no espaço.

A SpaceStuff foi criada em apenas 36 horas, tendo em conta que o "SpaceApps Challenge 2015" foi uma hackathon, ou seja, uma maratona de programação que reuniu várias dezenas de programadores e outros profissionais de software de todo o Mundo. "Não há muito tempo para fazer o que quer que seja e somos confrontados com a escassez de tempo face à criatividade", aponta o responsável da Load. Só quando lá chegaram é que foram deparados com alguns detalhes relativos aos tópicos do desafio, que, no caso deles, "era estar em contacto com os astronautas que estão no espaço".

2160 minutos de intensa labuta

Os quatro portugueses nem sequer dormiram. "Às vezes os projetos levam-nos ao limite e acabamos por não poder dormir", atesta João Abrantes. E assegura que até já estavam "preparados para essa realidade". Foram 2160 minutos de intensa labuta.

Davide Ricardo e Gil Millasseau, ambos programadores web, trabalharam "na agregação e na preparação de dados nos vários servidores da NASA acerca dos astronautas e não só". Florian Oliveira, designer, encarregou-se do desenho da aplicação, ou seja, do interface do utilizador, daquilo que é visível. E, por último, João Abrantes focou-se na programação da aplicação SpaceStuff. "Queríamos fazer o máximo possível e entregar uma aplicação que funcionasse - e assim aconteceu", diz o estratega da Load.

A equipa portuguesa, sublinha, "foi das poucas que conseguiram entregar algo a funcionar e também por isso fomos tidos em conta". "A maior parte das equipas acabou por idealizar e desenvolver muito bem o conceito, por vezes bastante arrojado, mas depois, na prática, ao espremer a laranja, ela deitava pouco sumo pois não havia forma de demonstrar o que tinham idealizado", conta.

A aplicação SpaceStuff é, para já, um protótipo que ainda vai ser aprimorado com vídeos e outros conteúdos. No início de maio deverá ser disponibilizada. "Alguns astronautas são bastante comunicativos e basicamente isto é para tornar este canal de comunicação ainda mais frequente", remata, com entusiasmo, o diretor da Load.

ver mais vídeos