Internet

Aplicação Wechat será identidade virtual oficial da China

Aplicação Wechat será identidade virtual oficial da China

O governo de Cantão, no sul da China, iniciou um projeto para que a aplicação de telemóvel Wechat sirva para identificar os utilizadores, como um passaporte ou bilhete de identidade.

De acordo com o diário "South China Morning Post", o projeto experimental iniciado esta semana vai estender-se em poucos dias à província de Guangdong, uma das mais prósperas do país, havendo também a intenção de a testar a nível nacional a partir de janeiro.

Através da tecnologia de reconhecimento facial, em grande desenvolvimento na China, o passaporte ou bilhete de identidade virtuais poderão ser usados para fazer registos em hotéis ou aceder a determinados serviços de instituições oficiais sem necessidade de um documento de identificação convencional.

O projeto foi desenvolvido pelo Ministério de Saúde Pública e o gigante eletrónico Tencent, dono do Wechat.

A consolidar-se o uso do Wechat como documento de identidade, a aplicação, com perto de mil milhões de utilizadores, sobretudo no interior da China, ganhará ainda mais relevância.

Criado em 2011 como um serviço de mensagens instantâneas similar ao Whatsapp, o Wechat tornou-se na rede social mais popular do país, ao incluir, pouco tempo depois, um serviço de "microblogs" semelhante ao Twitter, uma vez que tanto este, como o Whatsapp estão bloqueados pelo regime comunista.

Além disso, nos últimos anos, o Wechat incluiu um sistema de pagamentos eletrónicos que se popularizou tanto entre vendedores como compradores da China, ao ponto de muitos cidadãos da segunda economia mundial terem praticamente deixado de utilizar dinheiro em numerário.

ver mais vídeos