Privacidade

Tem conta no Gmail? Podem estar a espiar o que escreve

Tem conta no Gmail? Podem estar a espiar o que escreve

Uma investigação do "The Wall Street Journal" revelou que a Google permite que criadores de aplicações externas que se ligam ao serviço de correio eletrónico Gmail tenham acesso a conteúdo não censurado das caixas de correio dos utilizadores.

O problema acontece quando os utilizadores associam aplicações externas às contas de correio eletrónico, como comparadores de preços ou planeadores de viagens, refere o jornal norte-americano na edição desta terça-feira. Segundo a investigação, ao estabelecerem uma ligação ao Gmail, os programadores das aplicações têm acesso ao correio dos utilizadores do serviço de email utilizado por 1,4 mil milhões de pessoas em todo o Mundo.

Estes dados são habitualmente analisados por computadores, que procuram recolher informação para aprimorar os algoritmos e responder de forma mais eficaz às necessidades dos utilizadores, mas nem sempre isso acontece. "A certa altura, há cerca de dois anos, os funcionários da Return Path [empresa que recolhe dados para marketing] leram cerca de oito mil emails para ajudar a afinar o software da empresa", revela o jornal, citando "pessoas familiares com o episódio".

Num outro caso, os funcionários da empresa Edison Software, que detém uma aplicação móvel para ajudar a organizar contas de email, leram centenas de emails para ajudar a desenvolver uma nova funcionalidade no software, revelou Mikael Berner, diretor-executivo da empresa.

Aparentemente, esta tornou-se numa prática comum e a Google desvaloriza o caso, afirmando que só empresas autorizadas podem aceder à informação. Salienta ainda que o contrato com as empresas de desenvolvimento de software indica que é proibido divulgar dados dos utilizadores sem consentimento expresso, bem como copiar e armazenar essa informação.

A tecnológica norte-americana garante ainda que verifica todas as empresas de desenvolvimento de software que se ligam ao Gmail e que, em caso de problemas ou dúvidas, entra em contacto com elas. À BBC, a Google indicou o site de verificação de segurança do Gmail, para que os utilizadores possam verificar com que aplicações têm a sua conta de correio eletrónico ligada.

ver mais vídeos