Ambiente

Moeda em plástico e prata criada na Universidade do Minho

Moeda em plástico e prata criada na Universidade do Minho

A Imprensa Nacional - Casa da Moeda (INCM) lançou, na quinta-feira, a moeda "O Clima", com um valor facial de cinco euros, composta por prata e, ao centro, por plástico reciclado amarelo, verde ou azul. As cores aludem aos ecopontos, num apelo à proteção do ambiente.

A conceção desta peça envolveu o INCM Lab e o Pólo de Inovação em Engenharia de Polímeros (PIEP), interface da Universidade do Minho. A investigação implicou criar um processo para encravar um polímero num disco de prata. O trabalho de composição e injeção dos discos de plásticos mistos nas moedas decorreu no PIEP, no campus de Azurém, em Guimarães.

O trabalho teve ainda o apoio de alunos de escolas do município da Guarda, que recolheram resíduos de plástico para posteriormente serem usados na cunhagem de seis mil moedas de prata. Estas unidades vão ficar agora à venda nas lojas da Casa da Moeda, num estojo com certificado de garantia numerado.

Tiago Ferreira, de 12 anos, desenhou a moeda

O desenho da moeda é de Tiago Ferreira, de 12 anos, que venceu o 3.º concurso "Desenhar a Moeda", entre 582 propostas de alunos da Guarda. A imagem representa o planeta Terra, com as suas estradas, casas e árvores assoladas por tempestades e chuvas ácidas. Esta moeda especial procura alertar para as alterações climáticas e promover a redução da produção de resíduos, a reutilização e a reciclagem.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG