Tecnologia

Novo iPhone na China ao dobro do preço

Novo iPhone na China ao dobro do preço

Alguns retalhistas não autorizados pela Apple estão a vender, em Pequim, o último modelo iPhone 4S a preços que rondam os 10 mil yuans (cerca de 1150 euros), mais do dobro do preço de venda nos países onde é comercializado oficialmente.

Apesar da China não ser dos primeiros países a comercializar o novo modelo iPhone, o êxito do mesmo, com mais de 200 mil reservas nos primeiros dias no gigante asiático, levou algumas lojas a importar telefones do Canadá e Estados Unidos, onde o iPhone 4S é vendido desde sexta-feira.

Segundo a edição desta segunda-feira do diário oficial "China Daily", citada pela agência EFE, o modelo de 16 gigas custa no centro comercial de electrónica de Zhongguancun, um dos mais famosos de Pequim, cerca de 1150 euros e, segundo asseguram os vendedores, "são produtos verdadeiros importados do Canadá e Estados Unidos".

A falta de uma data concreta para a comercialização na China fez com que muitos fanáticos da marca da maçã tentem desta forma obter mais rapidamente o produto que já foi considerado por muitos como a homenagem póstuma ao co-fundador da Apple, Steve Jobs.

O elevado custo, segundo estes vendedores, é devido aos impostos aplicados sobre os produtos importados, que no caso do Canadá custam cerca de 650 dólares (470 euros).