Premium

O TikTok dá-se bem com a música. Sobreviverá à política?

O TikTok dá-se bem com a música. Sobreviverá à política?

Para o bem ou para o mal, 2020 será um ano histórico para o TikTok. Com 800 milhões de utilizadores fora da China e a gozar de um crescimento sem precedentes em todo o Mundo (só em Portugal, ganhou meio milhão de seguidores entre fevereiro e maio deste ano), a aplicação de microvídeos caseiros, de danças, partidas e imitações várias é já um sucesso comercial inegável.

Mas se no "feed" o espírito da comunidade se mantém divertido, cá fora as coisas ficaram sérias esta semana. Preocupado com a enorme popularidade da aplicação detida por uma empresa chinesa, Donald Trump deu um prazo de 45 dias para que o TikTok passe para mãos norte-americanas (a Microsoft está na corrida).

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG