Web Summit

Participantes fazem hoje quase 20 mil compras e gastam em média 13,7 euros

Participantes fazem hoje quase 20 mil compras e gastam em média 13,7 euros

Os participantes na Web Summit realizaram, na quarta-feira, 19,63 mil compras no recinto e gastaram em média 13,7 euros por pagamento com cartão ou aplicações móveis, segundo dados da SIBS, gestora da rede multibanco.

De acordo com a informação divulgada, entre os visitantes estrangeiros, responsáveis por 78,2% dos pagamentos, os britânicos foram aqueles que realizaram mais operações, representando 17,2% do total das compras efetuadas no recinto, seguindo-se os alemães (9%) e os holandeses (6%).

O consumo médio diário durante o dia de hoje foi de 13,7 euros e o pico das transações ocorreu às 13:25, acrescenta a SIBS.

Na terça-feira, os participantes na Web Summit realizaram quase 22 mil compras no recinto e gastaram em média 14 euros por pagamento, segundo dados da SIBS.

No dia 17 de setembro foi anunciado um acordo entre a Web Summit e a SIBS, para permitir que os pagamentos realizados em todo o evento, que decorre entre os dias 04 e 07 de novembro em Lisboa, sejam feitos por via eletrónica.

De acordo com um comunicado divulgado nesse dia, "a SIBS irá fornecer soluções de pagamento seguras para todos os comerciantes presentes no evento, com sistemas que aceitam todo o género de meios de pagamentos digitais, incluindo pagamentos com cartão e aplicações móveis".

O acordo é válido por três anos, tendo a presidente executiva da SIBS, Madalena Cascais Tomé, lembrado que a empresa de serviços de pagamentos "tem sido parceira da Web Summit desde a sua primeira edição em Portugal".

"Num evento tão focado em tecnologia e inovação, faz todo o sentido que os pagamentos 'cashless' [sem recurso a dinheiro físico] sejam uma realidade", reforçou a responsável.

Paddy Cosgrave, presidente executivo da Web Summit, também citado no comunicado, referiu que "tanto as equipas da Web Summit como as da SIBS estão muito satisfeitas em trabalhar juntas neste projeto nos próximos três anos".

O ministro Adjunto e da Economia, Pedro Siza Vieira, pronunciou-se igualmente sobre o acordo, mencionando que a parceria "permite, uma vez mais, posicionar Portugal como um país inovador e que reforça continuamente a aposta na digitalização da economia".

O governante assinalou ainda a "grande notoriedade" que o evento dará "à tecnologia 'cashless' portuguesa", e afirmou esperar que "essa visibilidade possa apoiar uma maior penetração dos pagamentos digitais" na economia de Portugal.

No primeiro dia do evento, 04 de novembro, a organização da Web Summit anunciou que estavam registados 70.469 participantes de 163 países, sendo que quase metade (46,3%) são mulheres, um novo recorde.