Exclusivo

Por estudar efeitos dos microplásticos na saúde humana

Por estudar efeitos dos microplásticos na saúde humana

Os microplásticos estão em todo o lado. Um estudo recente revelou que esses plásticos com menos de cinco milímetros foram encontrados na cadeia alimentar e no organismo de habitantes de diversos países. O que urge saber, alertam especialistas portugueses, são os efeitos na saúde humana, já que estudos em animais revelaram vários riscos.

Teresa Catry, da Universidade de Lisboa, considera que é "expectável" que a realidade portuguesa seja semelhante, uma vez que os voluntários analisados habitam "zonas com um nível similar de industrialização". A investigadora, que participou num estudo que detetou fibras artificiais em sedimentos e bivalves consumidos pelo homem no Tejo, considera que é importante "investigar mais" para se perceber como os microplásticos podem ser prejudiciais à saúde humana.

Alguns estudos laboratoriais em animais mostraram já que estes poluentes se propagam nas cadeias alimentares e "podem causar distúrbios fisiológicos, pelo que a sua ocorrência em altas densidades e a sua ingestão por diversas espécies é um problema potencialmente grave e que deverá ser monitorizado no futuro", lê-se no estudo da Universidade de Lisboa.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG