O Jogo ao Vivo

Redes sociais

Snapchat inspira-se no TikTok e paga aos utilizadores

Snapchat inspira-se no TikTok e paga aos utilizadores

O Snapchat lançou uma nova funcionalidade que oferece um prémio diário de até um milhão de dólares (cerca de 845 mil euros) a dividir pelos criadores de conteúdos online com as publicações mais virais. A empresa acredita que é uma nova forma de encorajar os utilizadores a publicarem vídeos, bem como uma maneira de competir com o TikTok.

A app anunciou o lançamento de uma nova ferramenta, o "Spotlight", que vai mudar a forma como os utilizadores acedem aos conteúdos, com um feed que sugere aos vídeos aos utilizadores, de acordo com os seus interesses. A ideia surgiu após a empresa perceber que os vídeos criados com a câmara do Snapchat se tornam virais noutras plataformas, como o Youtube e o TikTok, uma vez que os criadores tinham poucas hipóteses de aumentar o seu público na própria app.

"O Spotlight terá os "snaps" mais engraçados da comunidade Snapchat num único lugar, e ao longo do tempo será adaptado a cada utilizador com base nas suas preferências e favoritos. De maneira a celebrar e a compensar a criatividade dos criadores, o Snapchat irá distribuir 1 milhão de dólares todos os dias pelos Snapchatters que façam parte do top dos vídeos mais vistos, pelo menos até ao final do ano", disse a empresa num comunicado, revela o jornal "The Guardian".

Os utilizadores têm a possibilidade de escolher publicar os seus snaps diretamente no "Spotlight" e todos serão avaliados com os mesmos critérios, visto que cada snap será partilhado anonimamente. Com esta abordagem, o Snapchat pretende que os criadores de conteúdo que já são famosos na rede social não sejam privilegiados, dando oportunidade a todos de partilharem vídeos. Outras plataformas, como a Twitch e o Youtube, têm acordos com os criadores relativamente à partilha de receitas, mas requerem em primeiro lugar um nível de fama, como, por exemplo, um certo número de seguidores. Porém, o Snapchat propõe algo diferente, uma vez que qualquer um pode ganhar a sua parte do prémio, desde que o seu snap atinja "inicialmente cerca de 100 mil visualizações num dia".

Os vídeos serão previamente avaliados por uma equipa antes de chegarem ao feed do Spotlight, de forma a garantir que estes cumprem as políticas da empresa. Para participarem, os utilizadores têm de ter no mínimo 16 anos, garantir que são conteúdos próprios e não serem vídeos patrocinados, não estarem sob o efeito de drogas e álcool, entre outras regras. "O Spotlight é uma plataforma de entretenimento, e não um espaço para notícias ou conteúdo político. Os vídeos devem ser gravados na vertical com som, em vez de imagens estáticas ou apenas texto", assegura.

O Snapchat continua a ser uma das redes sociais mais influentes, contando com 249 milhões de utilizadores por dia. Para já, a nova funcionalidade está apenas disponível nos Estados Unidos e em alguns países da Europa, mas a empresa está a trabalhar para expandir a ferramenta para outros, como Portugal.

PUB

Outras Notícias