Premium

Tecnologia encolhe mas vendas disparam

Tecnologia encolhe mas vendas disparam

Os telemóveis ainda são o que os portugueses mais compram, mas a paixão por dispositivos pequenos e inteligentes está a fazer a disparar a venda dos chamados "wearables". Só no ano passado, este tipo de tecnologia, de que são exemplo os "smartwatches" (relógios inteligentes), subiu 128% em vendas. Foram comprados mais 743 mil aparelhos de comunicação, num total de 5,6 milhões, segundo a consultora IDC.

O disparo nos wearables tem uma explicação simples. "É um mercado pouco maduro, onde vemos grandes investimentos das principais marcas", diz Gabriel Coimbra, diretor-geral da IDC Portugal. Tem sido um segmento sempre a crescer, em particular os relógios inteligentes.

"São a categoria com maior crescimento no valor de vendas desde 2017", diz Inês Drummond Borges, diretora de marketing da Worten. "Antes considerado um produto de nicho, o smartwatch tem conquistado cada vez mais terreno, muito devido ao facto de ser um produto altamente versátil, que se transformou, mais do que uma extensão do telemóvel, num "life companion" (companheiro de vida)".

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG