Casaco inovador, com sistema de iluminação inteligente com fibras óticas produzido por três empresas portuguesas. O objetivo é diminuir o número de acidentes que ocorrem no escuro.

Tecnologia

O casaco que quer salvar peões e ciclistas

O casaco que quer salvar peões e ciclistas

O casaco iluminado, batizado como MUSGO, é destinado aos amantes de desporto, trabalhadores ou até mesmo aos peregrinos.

Dispõe de uma aplicação móvel para utilização em smartphone, que permite selecionar a cor, a intensidade e a frequência do efeito de piscar, quer manualmente, quer utilizando os sensores existentes em qualquer telemóvel para despoletar eventos na iluminação.

A empresa VIME juntamente com as também portuguesas SCOOP e LAPA são as responsáveis por este novo conceito.

A iluminação inteligente do MUSGO permite, por exemplo, sinalizar automaticamente a travagem de um ciclista para os condutores em redor, indicar automaticamente a um caminhante ou corredor que alcançou uma determinada localização geográfica ou avisar automaticamente a um trabalhador que ultrapassou um perímetro de segurança.

O casaco inclui uma série de outras características, tais como como um "bolso saudável" para isolar o corpo da radiação emitida pelo smartphone; uma "cauda rebatível" para evitar a sujidade na roupa de quem andar de bicicleta à chuva; bandas de silicone nos ombros para aumentar a aderência de sacos e mochilas; bolsos ventilados com fechos bidirecionais para regulação de temperatura e um painel respirável cortado a laser.

As empresas que criaram o produto estão a fazer uma campanha de crowdfunding para avançar com a produção industrial dos casacos e atingir uma relação de custo que permita colocar o produto no mercado a um preço competitivo. Durante a campanha, o casaco vai estar disponível por cerca de 250 euros, sendo que este preço é exclusivo para doadores.

O casaco 100% made in Portugal quer chegar aos mercados norte-americano, ao Canadá, Reino Unido e países do Norte e Centro da Europa, onde as horas de sol são reduzidas e, por isso, há maior procura deste tipo de vestuário, por razões de segurança rodoviária.

ver mais vídeos