Exclusivo

Absolvida autora confessa de assalto milionário a hospital

Absolvida autora confessa de assalto milionário a hospital

Elemento de rede internacional que furtou 600 milhões em 21 países ilibada de furto de material médico no Egas Moniz, em Lisboa.

O Tribunal Judicial da Comarca de Lisboa absolveu dois suspeitos do furto de material médico no valor de mais de 200 mil euros do Hospital Egas Moniz, em Lisboa, em 2019. Um dos arguidos, uma mulher detida em Espanha e colocada em prisão preventiva em Portugal, confessou o crime, no primeiro interrogatório judicial, mas o coletivo de juízes que a julgou ignorou este facto. No acórdão, a que o JN teve acesso, apenas são referidas como prova as imagens de videovigilância do hospital, que não são claras.

A decisão é de setembro e o processo já transitou em julgado. O Ministério Público não chegou a recorrer da absolvição, o que, soube o JN, causou grande mal-estar no Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) de Lisboa.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG