Seixal

Acusadas de desobediência por recusarem fazer teste covid

Acusadas de desobediência por recusarem fazer teste covid

O Ministério Público do Seixal acusou de desobediência duas mulheres que se recusaram a fazer teste de despistagem à covid-19 à entrada no país pelo aeroporto de Lisboa. Os casos ocorreram em agosto de 2020 e janeiro deste ano.

As duas suspeitas foram fiscalizadas pelo Serviço de Estrangeiros e Fronteiras no Aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa, quando entravam em território nacional. As duas não traziam comprovativo da realização de teste de despistagem à covid-19 com resultado negativo e recusaram-se a realizar o teste nas instalações do aeroporto.

Ainda assim, foram notificadas, sob pena de incorrerem no crime de desobediência, para o realizarem nos dois dias seguintes e apresentar o resultado às autoridades. Dois dias depois, as arguidas foram contactadas pela PSP, tendo-se verificado que não tinham realizado os testes. Vão agora responder por desobediência no tribunal.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG