Tribunal

Adiada instrução do processo do ataque à Academia de Alcochete

Adiada instrução do processo do ataque à Academia de Alcochete

A fase de instrução do processo do ataque à Academia do Sporting foi adiada esta manhã, pela segunda vez no espaço de dois meses. Um pedido de recusa ao juiz Carlos Delca deu entrada no processo e vai agora ser avaliado.

Na sala de audiências, Carlos Delca criticou a entrada de mais um pedido de recusa que faz adiar novamente esta fase processual. "Vamos ver quem é que agora em Portugal vai dizer que a justiça é lenta", disse o Juiz de Instrução Criminal do Tribunal do Barreiro.

Carlos Delca é o único Juiz de Instrução Criminal do Tribunal do Barreiro, onde o processo corre termos, e caso o pedido de recusa seja deferido no Tribunal da Relação de Lisboa, o Conselho Superior de Magistratura pode nomear um outro juiz para esta fase processual, de dentro ou de fora da comarca de Lisboa.

Os pedidos de recusa anteriores levaram ao adiamento da fase de instrução para hoje e caso haja novo adiamento, há a forte possibilidade de 23 dos agora 37 arguidos que estão em prisão preventiva desde 15 de maio, data do ataque, sejam libertados a 21 de setembro deste ano.

Outros Artigos Recomendados