Violência

Agentes da PSP atacados com pedras e garrafas na Moita 

Agentes da PSP atacados com pedras e garrafas na Moita 

Cerca de dez agentes da PSP que tentavam cessar uma situação de desordem pública no Vale da Amoreira, Moita, foram atacados com pedras e garrafas, na terça-feira à noite.

A PSP foi acionada para o local devido a conflitos que ocorriam na via pública. Ao separar os envolvidos, um dos quais estaria a ser atacado por um grupo, os agentes foram atacados com garrafas e pedras.

Na origem dos conflitos terá estado um homem que amaçava alguns moradores no Vale da Amoreira. Um grupo com cerca de 30 indivíduos tentou agredi-lo mas, com a PSP no local, foi montado um cordão de segurança para protegê-lo.

O grupo em causa, na maioria jovens moradores no Vale da Amoreira, tentou irromper pelo cordão formado pela PSP e, nesse momento, um agente foi empurrado e ameaçado. Os restantes agentes tentaram deter o suspeito, mas foram impedidos pelos restantes moradores, que se puseram em fuga de seguida. Nesta fuga, foram arremessadas pedras e garrafas contra os agentes da PSP.

Uma carrinha da PSP ficou danificada. Não houve detenções, mas o suspeito que empurrou e ameaçou o agente da PSP está identificado. O caso foi comunicado ao Ministério Público para emissão de mandato de detenção.

PUB

Outras Notícias