Tavira

Agrediam e assaltavam turistas à saída de restaurantes

Agrediam e assaltavam turistas à saída de restaurantes

A PSP deteve dois homens, que são suspeitos de 11 assaltos a residências e roubos idosos, em Tavira. Os suspeitos escolhiam idosos, incluindo turistas estrangeiros, que saiam de restaurantes para os agredir e roubar.

A detenção ocorreu na quarta-feira, cerca das 10 horas, em cumprimento de dois mandados e na sequência de uma investigação criminal desenvolvida nos últimos meses, durante a qual foi "foi possível recolher indícios da prática de vários crimes de furto em residências, e roubos, alguns na via pública e outros nas residências das vítimas, num total de 11 ocorrências até ao momento", revelou a PSP esta quinta-feira.

"Os suspeitos selecionavam as vítimas especialmente vulneráveis, incluindo cidadãos de nacionalidade estrangeira e em gozo de férias, aproveitavam a saída destes de estabelecimentos de restauração, e, recorrendo a elevada violência, subtraíam os artigos que as mesmas possuíssem e que tivessem valor de troca, resultando, várias vezes, que as vítimas tivessem de receber tratamento hospitalar", refere a Polícia.

PUB

Foi ainda possível relacionar os detidos com um roubo em residência, com emprego de grande violência sobre as vítimas, a quem roubaram dinheiro

Na sequência de buscas domiciliárias foram recuperados diversos artigos, nomeadamente computadores, telemóveis, fios e anéis em ouro, relógios, bolsas e bonés bem como uma reprodução de arma de fogo, "sendo que alguns destes artigos foram já relacionados com alguns dos ilícitos praticados".

A PSP realçou que "da atividade criminosa praticada essencialmente pela dupla agora detida e, por vezes, em grupo mais numeroso, onde estes assumiam a liderança, tem vindo a resultar um forte sentimento de insegurança na cidade de Tavira, caracterizada habitualmente por se tratar de uma cidade tranquila e segura!".

A PSP vai prosseguir com investigação para identificar outros suspeitos que atuaram em conjugação de esforços com os detidos, bem como relacionar outras ocorrências criminais que têm vindo a ser denunciados.

Os detidos vão ser ouvidos hoje, em primeiro interrogatório judicial, para aplicação das respetivas medidas de coação julgadas convenientes.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG