Lisboa

Ameaçou matar mulher e filhos após agredi-los durante discussão

Ameaçou matar mulher e filhos após agredi-los durante discussão

Um homem de 51 anos ameaçou regressar a casa com uma arma para matar os filhos e a mulher, depois de os agredir durante uma discussão, em Lisboa. Foi detido pela PSP e proibido de contactar com as vítimas. Vai ser controlado por pulseira eletrónica.

"O suspeito, no decorrer de uma discussão com a sua companheira, ameaçou e agrediu a mesma e os filhos menores de ambos, de 13 e 15 anos de idade, com murros e pontapés, deslocando-se depois para o exterior da residência afirmando que iria voltar com uma arma de fogo para os matar", refere esta quarta-feira, em comunicado, o Comando Metropolitano de Lisboa da PSP.

O crime ocorreu pelas 23 horas de segunda-feira, na freguesia do Parque das Nações, em Lisboa.

Já com a presença da PSP no local, o alegado agressor terá ainda regressado a casa e pegado numa faca, com a qual pretenderia atingir as vítimas. O ato foi travado pela "pronta e rápida intervenção" dos agentes, que conseguiram "retirar-lhe a arma branca e proceder à sua detenção".

O suspeito está indiciado por violência doméstica, tendo saído em liberdade após primeiro interrogatório judicial. Foi obrigado a sair de casa e proibido de contactar a mulher e os filhos. Vai ser alvo de "fiscalização eletrónica de monitorização de movimentos".

A violência doméstica é um crime público e, por isso, pode ser denunciado por qualquer pessoa às autoridades. O 800 202 148 é uma das várias linhas de apoio de que as vítimas dispõem. A chamada é gratuita.