Zamora

Detido casal português suspeito de triplo homicídio e assaltos a gasolineiras

Augusto Correia

Detido casal português suspeito de triplo homicídio e assaltos a gasolineiras

Foto Dr

O casal português que é suspeito de um triplo homicídio em Bragança e de vários assaltos a bombas de gasolina, foi detido este sábado à noite, em Zamora, Espanha.

Sidney Martins, de 42 anos, Nélida Guerreiro, de 40, estavam fugidos à Justiça portuguesa e são suspeitos de vários assaltos a bombas de gasolina que espalharam o terror, principalmente no Algarve.

O casal, igualmente suspeito de um triplo homicídio em Donai, Bragança, foi detido este sábado à noite quando estava a comer num restaurante de "fast food" em Espanha, conta o jornal "Zamora News", que adianta a detenção.

Foram reconhecidos por um cidadão que chamou a polícia, quando os viu a comer num McDonald's do Centro Comercial Valderaduey, conta o "Zamora News".

Foram detidos pela Policia Nacional, com ajuda da Policia Municipal de Zamora. Segundo testemunhos citados por aquele jornal, o casal não ofereceu resistência. Depois de detidos, homem e mulher foram conduzidos para os calabouços da esquadra local, até serem postos à disposição de um juiz.

Além de vários assaltos em Portugal, o casal é também suspeito de um roubo a uma gasolineira na A-5, nas imediações de Talavera de la Reina, no município de Cazalegas, na provícia de Toledo. Considerados "armados e perigosos", Sydney e Nélida terão entrado em Espanha por Huelva, no dia 28 de julho.

De acordo com o "Zamora News", estariam a atravessar a Península Ibérica em direção à zona norte, para atravessarem para França.

Relacionadas