Serra da Estrela

Homem louva "ato heróico" de militares que lhe salvaram a vida

TRA

Homem ficou cercado pela chamas em local de difícil acesso na Serra da Estrela

Foto Pedro Correia / Global Imagens

Três militares da GNR resgataram um homem que fora cercado pelas chamas no incêndio de dia 7 na Serra da Estrela. A vítima enviou uma carta ao comandante do posto de Manteigas a elogiar o "excecional mérito e bravura" da equipa.

O caso ocorreu no passado domingo, por volta das 13 horas, no local do Covão da Abelha, na zona da Serra de Baixo. A vítima conta que estava num local de difícil acesso, a 1300 metros de altitude, quando foi surpreendida por "um inesperado e violento reacendimento, com acelerada progressão das chamas provocado por fortíssima e permanente intensidade de vento".

Uma equipa da GNR - o cabo Ringo Soares, o guarda principal Celso Marques e o mestre florestal principal Luís Costa - foi em seu resgate numa "zona de cerco onde o fogo progredia de forma tenaz". Os militares irromperam com a viatura na área "já circunscrita em chamas e salvaram a minha vida", garante o homem.

"Ato heroico de bravura"

"Esta ação demonstra, a meu ver, ato heroico de bravura, de excecional abnegação e valentia, com comprovado perigo da sua vida", escreveu o homem numa nota de reconhecimento público do "excecional mérito e bravura" dos militares que colocaram "a sua vida em perigo para salvar a minha".,

A nota enviada ao comandante do Posto da GNR de Manteigas foi publicada pela GNR da Guarda.

Relacionadas