Almada

Militares da GNR raptados e agredidos por grupo armado na Costa da Caparica 

Rogério Matos

Militares foram levados para o bairro Terras da Costa

Foto Jorge Amaral/global Imagens/arquivo

Dois militares da GNR foram raptados e agredidos por três homens encapuzados e armados na Costa da Caparica, Almada, durante a madrugada desta segunda-feira, enquanto estavam fora de serviço. Um deles, com 33 anos, sofreu ferimentos graves. A Polícia Judiciária de Setúbal foi chamada para investigar o caso.

O crime ocorreu às 3 horas quando os dois militares, com 33 e 29 anos, estavam numa viatura particular parada num semáforo do IC20, na Costa da Caparica. Foram aqui alvo de uma emboscada por um carro com três suspeitos com capacetes e uma arma de fogo.

Os militares foram agredidos, ameaçados com a arma de fogo e levados na sua viatura para o bairro de lata das Terras da Costa, na Costa da Caparica. Um militar conseguiu fugir quando os suspeitos pararam a viatura num dos acessos ao bairro e conseguiu pedir socorro. Os três suspeitos fugiram nesse momento para parte incerta e abandonaram o segundo militar e a viatura roubada no local, perto do bairro. Consigo levaram a arma de fogo pessoal de um dos militares que a transportava consigo no momento da emboscada.

A GNR e os meios de socorro acorreram ao local e encontraram um dos militares com ferimentos graves na face, fratura no nariz bem como na mão esquerda. Foi levado para o Hospital Garcia de Orta, mas já teve alta. O outro militar não precisou de assistência médica.

A Polícia Judiciária de Setúbal foi acionada e está a investigar o caso. Não são conhecidas detenções até ao início da tarde desta segunda-feira.