Roubos violentos

PJ prende gangue perigoso após troca de tiros em Lisboa

Alexandre Panda

PJ prendeu os suspeitos

Foto Nuno Pinto Fernandes/ Global Imagens

A Polícia Judiciária deteve, esta quinta-feira, um gangue de pelo menos cinco indivíduos, após uma troca de tiros, numa zona isolada em Lisboa. Um inspetor foi atropelado. Os indivíduos são suspeitos de uma dúzia de roubos violentos.

Assaltos a ourivesarias, a casas de penhor, a residências e também carjackings. São estas as suspeitas que recaem sobre o gangue que foi desmantelado esta quinta-feira pela Polícia Judiciária de Lisboa, numa operação que envolveu a troca de tiros entre assaltantes e inspetores.

De acordo com informações recolhidas pelo JN, os indivíduos tinham acabado de assaltar uma casa de crédito na rua Pascoal de Melo, quando foram, pouco depois, surpreendidos pelos inspetores, na zona do Lumiar, onde as condições permitiam uma abordagem policial. Os assaltantes começaram a disparar, obrigando os polícias a ripostar. Na confusão, alguns dos indivíduos foram detidos naquele momento mas outros conseguiram fugir, atropelando um dos inspetores e danificando uns carros. Ficou ferido mas não corre perigo de vida.

Os fugitivos acabaram por ser capturados poucos minutos depois, após terem protagonizado um acidente.

Pelo que o JN apurou, os indivíduos são suspeitos de, nos últimos meses, terem perpetrado assaltos na zona da Margem Sul, em Setúbal e na Charneca da Caparica, onde terão cometido vários homejacking. Também cometeram roubos em Loures e Odivelas.

Os indivíduos, considerados muito violentos, devem ser levados a tribunal nos próximos dias.