TIC

"Rei dos catalisadores" detido após perseguição na VCI sai em liberdade

Alexandre Panda

O embate provocou constrangimentos na VCI|

 foto Pedro Granadeiro / Global Imagens

O embate provocou constrangimentos na VCI|

 foto Pedro Granadeiro / Global Imagens

O homem que foi detido na quarta-feira após ter provocado um acidente quando circulava em marcha-atrás na VCI, no Porto, para fugir da PSP, saiu esta quinta-feira em liberdade do Tribunal de Instrução Criminal. Ficou com apresentações diárias às autoridades.

A namorada de Vítor M., conhecido como "rei dos catalisadores", também saiu em liberdade e deverá deslocar-se a uma esquadra da PSP duas vezes por semana.

O homem, que é suspeito de ter furtado pelo menos 50 catalisadores desde o início do ano, foi detetado na manhã de quarta-feira num furto na zona do Pinheiro Manso, no Porto. Apercebeu-se que, nas imediações, estavam agentes da Esquadra de Investigação Criminal da PSP do Porto e, num veículo furtado, fugiu.

Andou cerca de sete quilómetros a alta velocidade para chegar à VCI, onde após alguns minutos, decidiu conduzir em marcha-atrás para tentar escapar à perseguição da PSP. Conseguiu fazer cerca de 500 metros, até provocar um acidente. Ainda assim, o suspeito e a namorada saíram do carro, que abandonaram na VCI, e tentaram fugir a pé.

Foram detidos poucos minutos depois pelos agentes e levados esta quinta-feira ao Tribunal de Instrução Criminal do Porto.

Relacionadas