Exclusivo

Ana Lúcia gastou centenas de milhares de euros em bens e pagava na hora

Ana Lúcia gastou centenas de milhares de euros em bens e pagava na hora

Ana Lúcia Matos gastou uma fortuna que a Justiça crê ter sido proveniente dos lucros da rede internacional de fraude ao Fisco desmantelada pela Diretoria do Norte da Polícia Judiciária (PJ) e alegou desconhecer a origem do dinheiro.

A investigação não acredita na justificação porque identificou gastos de centenas de milhares de euros com a compra de imóveis, decoração de casas, bens de luxo como roupas, viagens e até um Porsche. A ex-apresentadora de televisão pagava na hora e por completo.

Ana Lúcia Matos foi um dos oito arguidos libertados na noite de anteontem pelo juiz Pedro Miguel Vieira, mas que voltarão na próxima terça-feira ao Tribunal de Instrução Criminal do Porto para conhecerem as medidas de coação definitivas. Os restantes seis, incluindo o companheiro de Ana Lúcia desde 2018, Max Emiliano (ou William) Cardoso, a francesa Isabelle Lafontaine e o companheiro desta, Prathikhoun Lavivong, permanecem detidos, até porque o Ministério Público (MP) pretende que lhes seja decretada a prisão preventiva. No caso de Isabelle, cumprida em casa e sob vigilância de uma pulseira eletrónica.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG