Tribunal

Antigo autarca de freguesia de Coimbra condenado a seis anos de prisão

Antigo autarca de freguesia de Coimbra condenado a seis anos de prisão

O antigo presidente da Junta de Freguesia do Botão, em Coimbra, Júlio Retroz, foi esta quarta-feira condenado a seis anos de prisão efetiva.

O tribunal deu como provados os crimes de prevaricação, participação económica em negócio, corrupção passiva e falsificação de documentos.

Júlio Retroz (PS) estava acusado de adjudicar obras sem concurso sempre à mesma empresa, inflacionando as obras em troca de trabalhos em sua casa.

Os crimes terão sido cometidos durante o seu mandato na Junta de Freguesia do Botão (atual União de Freguesias de Souselas e Botão) entre 2009 e 2013.

O proprietário da empresa de construção foi condenado a cinco anos de prisão, sendo a pena suspensa devido à idade (83 anos).

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG