Seixal

Apanhado 16 vezes a conduzir sem carta é condenado a prisão efetiva

Apanhado 16 vezes a conduzir sem carta é condenado a prisão efetiva

Um homem de 46 anos que foi apanhado pela PSP pela 16ª vez a conduzir sem carta viu agora o Tribunal do Seixal aplicar-lhe uma pena de prisão efetiva de um ano e 11 meses.

A última vez que o homem foi intercetado pela PSP a conduzir sem carta foi no dia 14 de dezembro de 2020. Nesse dia, às 20.30 horas, circulava na Amora, no centro do Seixal.

No julgamento, o Ministério Público pediu uma pena de dois anos de prisão efetiva, tendo em conta a reincidência pelo mesmo crime e a eficácia nula das penas suspensas e de multa anteriores. O Tribunal decidiu pela pena efetiva de um ano e 11 meses.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG