Profanação

Apanhado a furtar cabeça no cemitério em Santo André de Vagos

Apanhado a furtar cabeça no cemitério em Santo André de Vagos

Eram 2.40 horas do dia de Natal quando um homem foi avistado a sair do cemitério de Santo André de Vagos com um saco preto. Sentindo-se exposto, largou-o e fugiu. No interior estava "a cabeça de uma mulher", contou o presidente da junta, Amílcar Raimundo.

Elementos da Junta e da GNR deslocaram-se ao local, vindo a detetar, poucos minutos depois, o suspeito, escondido num armazém ali próximo. Quando foi apanhado, o homem, de 56 anos, residente no concelho vizinho de Mira, alegou que "tinha visões". "Via coisas que nós não víamos", contou Amílcar Raimundo.

Fonte da GNR confirmou que num saco de plástico foram encontrados "um crânio e várias ossadas".

Ler mais na edição impressa ou epaper

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG