O Jogo ao Vivo

Braga

Apreendidos 14 automóveis, 300 mil euros e cinco quilos de ouro a gangue

Apreendidos 14 automóveis, 300 mil euros e cinco quilos de ouro a gangue

A GNR de Braga revelou, esta terça-feira, que foram apreendidos 300 mil euros, cinco quilos de ouro e 14 automóveis de alta gama à rede de assaltos a casas de luxo que atuava na região do Minho.

O grupo, desarticulado com o apoio da Polícia Judiciária e da PSP, tinha inibidores de sinais e outros dispositivos para despistar as autoridades policiais, disse o capitão Bruno Rodrigues, comandante da operação, em conferência de imprensa.

Entretanto, os interrogatórios aos nove suspeitos de envolvimento na rede em assaltos continuarão durante esta terça-feira à tarde, após terem sido interrompidos, ao princípio da noite de segunda-feira, pela juíza de instrução criminal, no Tribunal de Braga.

Estão a ser interrogados uma mulher e oito homens, entre os quais um agente da PSP de Ponte de Lima, Carlos Alfaia, que também é baixista num conjunto de música popular, onde se cruzou com o cantor Delfim Júnior, de Ponte de Lima. A Delfim, a vítima do assalto mais rentável, foram-lhe roubados 230 mil euros, durante a Páscoa deste ano. O dinheiro foi escondido em sacos de ração para cães, na casa deste último artista, em Arcos de Valdevez.

O empresário bracarense Domingos Névoa foi outra vítima da rede de assaltantes a casas de luxo, conforme adianta o JN na edição impressa desta terça-feira. Trata-se de uma das maiores operações de sempre contra assaltantes, que foi desencadeada pelo Núcleo de Investigação Criminal (NIC) da GNR de Braga, ao longo do fim de semana, com o apoio técnico da Secção Regional de Combate ao Terrorismo e Banditismo, da Diretoria do Norte da Polícia Judiciária. Envolveu dezenas de buscas domiciliárias na região do Minho, com cerca de 200 militares e inspetores da PJ.