Alcochete

Arguido diz que entrou no edifício dos balneários a pedido de Jesus e por curiosidade

Arguido diz que entrou no edifício dos balneários a pedido de Jesus e por curiosidade

"O senhor Jesus disse-me para ir ajudar e foi aí que entrei no edifício dos balneários, também por curiosidade, mas voltei para trás logo a seguir porque não tinha nada a ver com o que se estava a passar". Sérgio Costa, um dos arguidos acusados de agredir atletas e staff na Academia de Alcochete conta esta tarde de terça-feira aos juízes do Tribunal de Monsanto que se deslocou a Alcochete na sequência de um convite feito à hora de almoço num restaurante em Sacavém para ir ver um treino do Sporting.

"Levei o meu carro e parámos no Lidl do Montijo por indicação de alguém que não me lembro". Questionado sobre a razão de parar no Lidl, não soube responder e disse que depois deslocou-se à Academia. Estacionou num terreno de terra batida a pouca distância da Academia e saiu do carro, onde viu pessoas a correr em direção à Academia.

"Fui com o Jorge Almeida a andar, não fomos encapuzados, só quando entrei e vi jornalistas tapei a cara com um cachecol porque não queria ser fotografado". A juíza Sílvia Pires questionou o porquê de tapar a cara quando apenas ia ver um treino do Sporting. "Não é nenhuma figura pública para no dia seguinte aparecer na capa dos jornais por ir ver um treino", destacou Sílvia Pires. O arguido diz que agiu por reação.

No interior da Academia falou com Jorge Jesus junto ao campo de treinos. "Perguntou-me o que se estava ali a passar, eu disse que não sabia, que só queria ir ver o treino".

Na ala profissional disse ver uma tocha num descampado e junto a um carro. "Jorge Jesus pediu-me para ir consigo ao edifício para ver o que se passava, mas depois ficou para trás, disse-me para ir ajudar e por curiosidade fui ver o que se estava a passar". No interior do edifício, o arguido diz ter visto Manuel Fernandes no hall com um ou outro elemento do staff. "Foi uma fração de segundos, vim-me logo embora por não ter nada a ver com aquilo".

Fora da Academia e já a conduzir, diz que foi alvo de revista ao seu carro, mas mandaram-no seguir.

Outras Notícias