Exclusivo

Arguido surpreendido com a pena: "Isso é pouco, esperava mais"

Arguido surpreendido com a pena: "Isso é pouco, esperava mais"

Juízes de Beja com fama de "muito duros" provocam reação inusitada a homem que tinha ameaçado outro magistrado.

Desagradado com a pena de seis anos de prisão aplicada por violência doméstica, Justino Batista, de 34 anos, ameaçou de morte o juiz-presidente do coletivo, o que lhe custaria um novo processo, por ofensa e perturbação de órgão constitucional, e uma pena de ano e meio. "Isso é pouco, esperava mais", reagiu então o arguido, de 34 anos, em plena sala de audiência. Já em cúmulo jurídico, foi agora condenado numa pena única de sete anos.

A história começa em 2018, quando o Tribunal de Beja leu o acórdão de um processo em que Justino respondeu por violência doméstica. Quando ouviu que ia seis anos para cadeia, o arguido, natural de Évora, perdeu cabeça e ofendeu e ameaçou de morte o juiz Vítor Rendeiro.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG